Pesquisar:

BLOG FALANDO DE DANÇA, BY LEONOR COSTA

quarta-feira, 5 de dezembro de 2007

Bom senso na hora de se vestir!!!

Muito mais do que conhecimento em “códigos de vestir” as pessoas têm que ter bom senso.
Se olhe no espelho, analise o que está vestindo, dance na frente do espelho para ver se a roupa cai bem.
Por Flávia Mendonça, jornalista e consultora de moda, com exclusividade para o Falando de Dança


As definições sobre trajes ("dress code") sempre ajudam na hora de se escolher o que vestir, mas também exige cuidados na interpretação.
Apesar do traje esporte permitir um vestir mais casual e descontraído, o que mais vale nessas horas é o bom senso.
Se o evento é um baile de dança a dois, por mais que uma calça jeans seja permitida é sempre bom saber que tipo de baile é esse, pois não é bacana uma calça jeans cheia de rasgos ou de aparência surrada num baile de dança de salão.
Nessas horas, opte por uma calça jeans mais escura, sem lavagens muito contrastantes e detalhes de rebites ou pespontos muito chamativos.
Diferente das boates e shows, esses eventos são naturalmente mais cerimoniosos e requerem um vestir mais formal.
Vale ressaltar que formal não é sinônimo de sisudo ou tradicional. É possivel vestir um traje social (terno e gravata) dentro de um estilo jovem. Para isso, deve-se prestar atenção nos pequenos detalhes, como numa padronagem interessante para a camisa, numa combinação de cores mais ousada ou num acessório diferente.
No caso das mulheres a questão é mais delicada ainda, pois as possiblidades de erro são muito maiores devido à enorme quantidade de opções. Nesse caso, volta-se à questão do bom senso. Por exemplo: apesar de o traje esporte também permitir o uso de calças para mulheres, não fica legal usar uma calça super justa que deixe a barriga de fora. Mesmo tendo um corpo super em forma, um baile de dança é um evento que evoca graciosidade, feminilidade. A sensualidade está nos movimentos, na interação entre os casais, e não nos corpos à mostra.
Um vestido ou uma saia de comprimento médio ou longos é sempre escolha mais certeira. Aproveite essas peças para brincar com sobreposições, volumes, decotes e formas interessantes que favoreçam o corpo sem vulgarizá-lo.
Sobre usar jeans, tênis, camiseta regata. Só não pega mal quando você ou está desfrutando da sua adolescência ou, no caso de adultos, quando se está em casa, fazendo um churrasco entre amigos. Ou fazendo um passeio na praia. Ou seja, apenas em ocasiões muito, muito casuais. Jamais esse trio deve ser usado num baile, nem mesmo num luau. Nesse caso sugiro uma calça ou bermuda de linho ou sarja, de preferência numa cor clara, com uma camisa de botão ou até mesmo uma bata.
Chinelo, só se for um luau na praia. E atenção (homens e mulheres!) para unhas bem feitas.
Camiseta com propaganda fica feio até se a loja for sua ou o político for você. Deixe ela guardada para aquele momento ginástica ou faxina dentro de casa.
Bonés só em show de rap ou baile funk. Já os chapéus, são muito charmosos mas depende do baile. O estilo panamá, típico do “malandro” da lapa, é bacana, mas já foi tão usado que virou um esteriótipo. É como ir vestido de “latin lover” num baile de tango. Melhor guardá-lo para bailes à fantasia. Contudo, se for da sua personalidade usar chapéu, e se o seu rosto combina com este acessório, invista nele. Porém, na hora de dançar ele pode atrapalhar. Então, seja prático e use-o apenas para fazer charme no baile e não na pista de dança.
Qual seria uma roupa curinga para homem e mulher, para os bailes de fim de ano? Depende do evento. Para os homens, não tem como errar ao vestir um terno com ou sem gravata, caso o evento seja menos formal. Para as mulheres, um vestido com corte na cintura ou saia, com roda ou não, com sandálias de salto. Hoje em dia, a moda é dos mini vestidos, porém dançar com mini vestido pode ser arriscado. Uma dica é usar uma legging ou meia calça opaca, de preferência num tecido de meia-calça, pois as de malha ficam in-formais demais.
Lembre-se da dica: bom senso! Mais do que conhe-cimento de “códigos de vestir” as pessoas têm que ter bom senso! Não vestir roupas apertadas demais (especialmente quando se está fora do peso!), vulgares ou
com combinações de cores esquisitas. Se olhe no espelho, analise o que está vestindo, dance na frente do espelho para ver se a roupa cai bem, se tem um movimento legal. Sinta se o sapato está confortável (ninguém merece ficar dançando com sapatos desconfortáveis), se a roupa valoriza suas qualidades físicas.
Além disso, seja feliz, né. Festeje 2008 dançando e feliz consigo.
Veja mais:

Nenhum comentário:

Postagens populares