Pesquisar:

BLOG FALANDO DE DANÇA, BY LEONOR COSTA

quinta-feira, 3 de maio de 2018

3ª Conferência Municipal de Cultura do Rio acontecendo este mês


Conferências regionais anteciparão as candidaturas a delegados de cultura


Devido à dimensão territorial do município da capital fluminense, serão feitas conferências regionais de acordo com as áreas de planejamento (AP), no período de 1º a 19 de maio. O calendário será o seguinte: 

  • AP4/Zona Oeste, dia 1º maio, na Lona Cultural Jacob do Bandolim (Jacarepaguá); 
  • AP5/Zona Oeste, dia 5 de maio, na Areninha Carioca Hermeto Pascoal (Bangu); ADIADO, VER ATUALIZAÇÃO DE POSTAGEM AQUI.
  • AP1/Centro, dia 8 de maio, no Centro Cultural Calouste (Praça Onze); 
  • AP2/Zona Sul, dia 15 de maio, na Sala Municipal Baden Powell (Copacabana); e 
  • AP3/Zona Norte, dia 19 de maio, na Arena Carioca Fernando Torres (Madureira). 
Nesse interim, haverá a eleição para o Conselho Municipal de Cultura, com votação online. A posse do Conselho será no final de maio, no Centro Cultural João Nogueira (Imperator), no Méier, durante a 3ª Conferência Municipal de Cultura (dias 28 e 29/05).

Interessados podem acompanhar as notícias pela página do Conselho Municipal de Cultura no site da Prefeitura do Rio de Janeiro, em http://www.rio.rj.gov.br/web/smc/conselhomunicipal, ou curtindo a página da SMC no Facebook.


Atribuições do Conselho

O Conselho Municipal de Cultura é responsável por elaborar diretrizes para política municipal de cultura; acompanhar e fiscalizar a implementação das políticas, programas, projetos e ações do Poder Público na área cultural; elaborar diretrizes que visem à proteção e à preservação de obras e manifestações de valor cultural, histórico e artístico; e outras atividades. 

   O Conselho é formado por 24 membros, sendo 12 oriundos do poder público e 12 da sociedade civil. Podem se candidatar ao conselho pessoas físicas e jurídicas com atuação comprovada na área cultural e residência na cidade há, no mínimo, um ano. 

   Vale lembrar que o conselheiro fica impedido de participar de qualquer edital da Secretaria Municipal de Cultura e de receber recursos do Fundo Municipal de Cultura durante o mandato. 

   O Decreto 40.615/2015 determina que o CMC seja constituído a partir da divisão por linguagens, movimentos e assentos. Entre os integrantes da Sociedade Civil, são escolhidos representantes dos seguintes segmentos: cultura popular; artesanato; artes visuais; audiovisual; literatura; patrimônio cultural; música; teatro; dança; circo; cultura urbana; design; economia da cultura (movimentos dos trabalhadores em cultura); economia da cultura (produtores culturais); movimento social de identidades: etnias indígena e afro-brasileira; movimento social de identidade sexual: gêneros, transgêneros e orientação sexual; movimento de faixas etárias: infância, juventude e idosos; expressões culturais de pessoas com deficiência; comunicação social; economia criativa; territorialidade: áreas de planejamento; territorialidade: circunscrições territoriais; cultura popular/blocos de carnaval; cultura popular/folclore.

(matéria publicada na ed. 128, maio/2018, do Jornal Falando de Dança)

Leia Mais:

Nenhum comentário:

Postagens populares