Pesquisar:

BLOG FALANDO DE DANÇA, BY LEONOR COSTA

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Espetáculo de dança “Patas Arriba – Fronteiras Imaginárias” será apresentado no Brasil, Bolívia e Paraguai


A partir do dia 13 de janeiro, sexta-feira, o público poderá conferir a apresentação do espetáculo Patas Arriba – Fronteiras Imaginárias em três países da América Latina: Brasil, Bolívia e Paraguai. Contemplado com o Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna 2015, o projeto também vai oferecer oficinas de dança de rua e contemporânea. A montagem é baseada na obra de Eduardo Galeano (1940-2015), escritor e jornalista uruguaio que inspirou a obra de dança contemporânea engajada em questionamentos sociais. Patas Arriba revela um mundo de desigualdades sociais e contradições nas relações impostas por diferentes formas de poder, mas, ao final da peça, o elenco convida o espectador a um voo para usufruir do direitoao delírio. Todas as atividades têm entrada gratuita.

Quem assina a direção e a criação é o bailarino, diretor e coreógrafo Rui Moreira. O elenco é formado por bailarinos contemporâneos e dançarinos de danças urbanas. A criação de Rui busca legitimar a qualidade artística do projeto através de sua trajetória e também, promover a integração cultural entre o Brasil e os países vizinhos, a partir da obra de Eduardo Galeano. A mensagem de Galeano revela uma verdade contundente ao passo que promove uma possibilidade de reação, pois para o próprio autor “a primeira condição para modificar a realidade consiste em conhecê-la”. O artista deixou como legado obras que exercem profunda influência no pensamento político e social latino-americano.

Segundoo diretor, ele teve um minucioso trabalho de pesquisa e uma longa jornada de ensaios e experimentações para expressar um mundo de “pernas pro ar” através da dança contemporânea. O resultado é uma poética homenagem da dança à obra literária de Galeano. “Os dançarinos, protagonistas centrais do processo, se entregaram às provocações nos encontros de trabalho e confrontaram suas heterogêneas realidades cidadãs. Foi lindo mediar esse encontro”,destaca Rui.O projeto Fronteiras Imaginárias vai passar pelas Regiões Centro-Oeste e Sul do Brasil, em cidades-gêmeas e na faixa de fronteira com Bolívia, Paraguai, Argentina e Uruguai. A circulação abrange cidades nos estados de Mato Grosso do Sul, Paraná e Rio Grande do Sul. A produção fica por conta da Arado Cultural, no Mato Grosso do Sul (MS) e Loa Produções Culturais e Rumo Empreendimentos Culturais, no Paraná (PR).

Os espetáculos serão apresentados nos dias 13 de janeiro (sexta), às 18h, em Puerto Suárez, Santa Cruz, Bolívia; dia 14 de janeiro (sábado), às 20h, em Corumbá, Mato Grosso do Sul (MS); dia 15 (sábado), às 18h, em Pedro Juan Caballero, no Paraguai; dia 16 (segunda), às 19h, em Ponta Porã, Mato Grosso do Sul (MS); dias 17 e 18 (terça e quarta), às 18h e 20h (respectivamente), em Dourados, Mato Grosso do Sul (MS); dia 19 (quinta), em Campo Grande, Mato Grosso do Sul (MS); dias 20 e 21 (sexta e sábado), às 20h, em Cascavel, Paraná (PR); dia 22 de janeiro (domingo), às 14h30, em Foz do Iguaçu, Paraná (PR) e às 18h, no Parque Tecnológico de Itaipu, Foz do Iguaçu, Paraná (PR).

A oficina de Dança de Rua e Dança Contemporânea acontece no dia 14 de janeiro (sábado), das 14h às 16h, em Corumbá (MS), com inscrições prévias no local. Dia 16, das 14h às 16h, em Ponta Porã (MS), será ministrada a mesma oficina. No dia 18, das 16h às 18h, será realizada a oficina Técnica de Dança Contemporânea, em Dourados (MS). Inscrições no local. Já nos dias 21 (sábado), das 15h às 17h e 22 (domingo), das 10h às 12h, acontecem as oficinas Patas Arriba – Dança Contemporânea, em Cascavel e em Foz do Iguaçu (PR), respectivamente. Inscrições através do e-mail rumo.cultural@gmail.com até o dia 19 de janeiro.

Para mais detalhes acesse AQUI

Fonte. Funarte

Nenhum comentário:

Postagens populares