Pular para o conteúdo principal

Jaime Arôxa recebe homenagem da Alerj


Dia 13/06/16 mestre Jaime Arôxa foi agraciado, em cerimônia na Alerj, com o Diploma Heloneida Sturdart de Cultura, no segmento Dança, em iniciativa do deputado estadual Milton Rangel, coroando a trajetória bem sucedida de Jaime, contribuindo para a perpetuação da cultura da dança de salão, e em reconhecimento ao seu trabalho na formação de inúmeros profissionais e praticantes da dança de salão.

O Diploma Heloneida Studart de Cultura é um instrumento de reconhecimento e estímulo da Alerj às boas práticas culturais, contemplando pessoas físicas e jurídicas, organizações não governamentais e outras instituições que promovem a cultura no Estado. Foi criado em 2009 e havia sido concedido apenas duas vezes: em 2011 e em 2015. A terceira edição foi este ano, em solenidade no Plenário da Alerj.

Sobre o Diploma Heloneida Studart.

O diploma foi criado em homenagem à Heloneida Studart (Fortaleza, 25/04/1932 — Rio de Janeiro, 3/12/2007), que foi uma escritora, ensaísta, teatróloga e jornalista. Pioneira na defesa dos direitos da mulher e ferrenha na luta pela cultura, Heloneida foi por cinco vezes deputada estadual. Na primeira vez em que foi concedido o diploma, em 2011, a comissão julgadora fez a opção por nomes já consagrados na TV, na literatura e no teatro, tais como os atores Marco Nanini e Sylvia Bandeira, as escritoras Thalita Rebouças e Ana Maria Machado, o jornalista Chico Pinheiro, entre outros. Na edição de 2015, 34 instituições e pessoas físicas ligadas à área cultural foram inscritas, uma comissão selecionou 19 e estas receberam o Diploma em Sessão Solene, no Plenário da Alerj. Já nesta edição de 2016 foram escolhidas 28 pessoas e entidades, com base em critérios de relevância cultural, diversificação das linguagens e regionalidades. Qualquer instituição, movimento ou pessoa física pode ser indicado ao Diploma Heloneida Studart de Culltura. O período de inscrições se inicia no mês de março e a premiação é realizada no Plenário Barbosa Lima Sobrinho, da Alerj.


Contemplados.

A Comissão de Cultura da Alerj, em reunião ordinária, referendou a seleção dos agraciados/as com o Diploma Heloneida Studart de Cultura 2016 em processo que levou em consideração a representatividade das regiões e das áreas de atuação das inscrições recebidas, garantindo a diversidade cultural fluminense, a saber:

  1. Associação Cultural e Social Lona na Lua, Rio Bonito
  2. Agência de Notícias das Favelas – ANF, Rio de Janeiro.
  3. Associação Cultural para Desenvolvimento de Tecnologias Humanas - Instituto DAGAZ, Volta Redonda
  4. Cecília Fernandez Conde, Niterói
  5. Cecip Centro de Criação de Imagem Popular - Projeto Tv Maxambomba, Rio de Janeiro
  6. Coletivo Carnavalesco Tá Pirando, Pirado, Pirou!, Rio de Janeiro
  7. Cooperativa Nós Da Trama, Araruama
  8. Fetaerj - Federação de Teatro Associativo do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro.
  9. Flávia da Silva Pinto - Mãe Flávia, Rio de Janeiro.
  10. Flupp - Festa Literária Das Periferias (ACEC),Rio de Janeiro.
  11. Fórum Cultural da Baixada Fluminense, Duque de Caxias.
  12. Grêmio Musical Mageense, Magé.
  13. Grêmio Recreativo Escola de Samba Estação Primeira de Mangueira, Rio de Janeiro.
  14. Grupo Artêros de Angra,Angra Dos Reis.
  15. Grupo Gama, Nova Friburgo.
  16. Herikson Oliveira da Silva ( Herik Wooleefer), Rio de Janeiro. 
  17. Instituto Ciclos do Brasil, Rio de Janeiro.
  18. Instituto Henfil, Rio de Janeiro.
  19. Jaime Arôxa, Rio de Janeiro.
  20. Leticia Sabatella, Rio de Janeiro.
  21. Luiz Eduardo de Castro Caon, Rio de Janeiro.
  22. Luiz Sacopã, Rio de Janeiro.
  23. Marcio Paes Selles,Niterói.
  24. O Melhor da Baixada, Nova Iguaçu.
  25. PIM - Programa Integração Pela Música / Sociedade Musical N. S. da Conceição,Vassouras. 
  26. Ponto de Ação Cultural, Barra Mansa.
  27. Sociedade Musical Euterpe Lumiarense (SMEL), Nova Friburgo.
  28. Tania Maria Rodrigues – Yalorixá Tânia D´Iansã, Niterói.
Mais informações em https://www.facebook.com/ComissaoCulturaALERJ .


Fotos: acervo Myriam Martinez.
fonte: Alerj, Wikipedia e Myriam Martinez

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dançando na natureza: Pousada Faraó

Dia 31/05 fomos tomar café da manhã com Margarida Mittelbach, na Pousada A Marca do Faraó, em Cachoeiras de Macacu.





Uma promessa antiga agora cumprida, pois há muito a Margarida nos convida para conhecer as instalações de sua pousada, onde organiza trimestralmente um final de semana com oficinas de dança, bailes e atividades de lazer.








Realmente, um lugar aprazível, com lago com caiaque, lago para pesca, cachoeira, rios, boliche, sauna, jogos de mesa, enfim, toda uma infra-estrutura de pousada.











Mas, como estamos tratando com amantes da dança, todas essas opções de lazer eram supérfluas pois o que importava mesmo eram as aulas, em três ambientes distintos, onde se revezaram os professores Juarez (Itaguaí), Edu Cigano (Friburgo), Carlinhos (Jaime Arôxa Niterói), Valdeci de Souza e Jimmy de Oliveira.

A dança como inclusão social

Dia 5, sexta-feira passada, fomos convidados por Sheila Aquino para a pré-estréia do espetáculo "Ensaio Geral”, dirigido a familiares do elenco, imprensa e convidados especiais. A apresentação foi no Teatro do Espaço Criança Esperança, em Ipanema, e inspirou-me a fazer esta matéria especial sobre a impressionante estrutura do local e suas atividades dirigidas à comunidade.

Um local privilegiado
Erguido na encosta do morro do Cantagalo, o edifício que abriga o Espaço Criança Esperança (ECE) do Rio de Janeiro foi o outrora Panorama Palace Hotel, com entrada pela Rua Alberto de Campos 12. Com magnífica vista para a Lagoa Rodrigo de Freitas e seu entorno, o hotel possuía sete elevadores (hoje com três ainda em funcionamento), quadras, piscinas, salões e teatro.
Com o advento da Revolução Militar de 31/03/1964, os acionistas estrangeiros abadonaram o empreendimento e as dívidas com impostos estaduais e municipais foram aumentando, até que foi a leilão, em 1982. Quando Leonel Brizola foi …

Veja aqui o roteiro de bailes e eventos de julho/18, dos patrocinadores e apoiadores da ed. 130 do JFD

S E G U N D A S
Baile da Melhor Idade do Club Municipal Na Tijuca, todas as segundas, das 16 às 20h. Inf.: 2569-4822 Banda Sol e Mar no Mauá de São Gonçalo Dia 09/07, das 18 às 22h, comemorando o aniversário do prof. Genilton Muniz. Dançarinos de Apoio. Inf. 97353-8170.
T E R Ç A S
Baile da Conceição da Bahia Na Tijuca, Inf.: 2288-2087 / 9-9679-3628. Tijuca Tênis Clube Inf. (21) 3294-9300. Terça dançante da Gaúcha Toda terça, 20h, na churrascaria Gaúcha. Inf. 2558-2558. V. anúncio nesta edição. Baile do Studio de Dança Flávio Marques No Centro do Rio, toda terça, 12h. Inf. 2223-0530 / 9.9745-2305. Baile de tango no Studio Marquinhos Copacabana Às terças, 19h. Inf. 981-795-710.
Q U A R T A S
Quarta dançante na Gaúcha Toda quarta, 20h, na Churrascaria Gaúcha. V. anúncio nesta edição. Inf. 2558-2558. Dançando na Quarta Na Tijuca, Casa dos Poveiros. Inf. 2578-4361 / 7830-3009. Quartas Democráticas Na Lapa, toda quarta, no Clube dos Democráticos, forró ao vivo. Inf. 2252-4611. Baile dos Amigos da Dança, na Taq…