Pesquisar:

BLOG FALANDO DE DANÇA, BY LEONOR COSTA

sábado, 27 de fevereiro de 2016

Seminário: Historicidade da Dança de Salão

Centro Coreográfico apresenta
SEMINÁRIO:

HISTORICIDADE DA DANÇA DE SALÃO E OS 200 ANOS DE SOCIEDADES DANÇANTES
ATIVIDADE GRATUITA
Data: 23 de abril de 2016, sábado
Horário: das 10h às 17h00
Classificação etária: livre
Vagas: 40
Local: sala de conferências do Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro
Rua José Higino 115 – Tijuca – Rio de Janeiro – RJ
(junto ao hipermercado do Extra da Avenida Maracanã)
Acessibilidade:
Elevadores e rampa; estacionamento rotativo no subsolo; metrô Uruguai, saída José Higino
Certificação: Centro Coreográfico e AMAragão Eventos

SOBRE O PROJETO

Com mediação da gestora cultural Diana De Rose, dois pesquisadores (Leonor Costa e Marco Antonio Perna), um historiador (Nei Santos) e um antropólogo (Felipe Berocan) proferirão palestras tecendo um painel sobre o comportamento social dos habitantes do Rio desde a introdução da dança de salão como entretenimento da alta sociedade, passando pela era das dezenas de gafieiras que se espalhavam pelo Centro e subúrbios da então capital do país, na primeira metade do século XX e terminando no século XXI, nos bailes promovidos pelas inúmeras academias de dança de salão espalhadas pela cidade. O aspecto comportamental do povo carioca será estudado sob o viés da cultura da dança de salão e o que ela representou para as camadas menos abonadas da população, no seu direito ao lazer.

O objetivo é promover a divulgação de novos olhares sobre a dança de salão carioca, proporcionar o intercâmbio de informações, promover a análise sistemática de fatos através de raciocínios e reflexões, estimular a interlocução com a plateia, apresentando um assunto que interessará não só a estudantes e profissionais da dança, mas ao público em geral, por relatar costumes e fatos curiosos de nossa história. Como a declaração do poeta e jornalista Olavo Bilac, membro fundador da Academia Brasileira de Letras, que, em 1906, diante da febre de bailes na cidade, declarou: “Nós somos um povo que vive dançando”.

Profissionais envolvidos:

Mediadora: DIANA DE ROSE, graduada em dança, gestora cultural, exerceu cargos na Funarte (Coord. Dança), na SMC (gerente de dança) e no Centro Coreográfico (diretora artística), atualmente na Coordenação de Elenco Cerimônias Cariocas 2016 dos Jogos Olímpicos Rio 2016.





Palestrante 1: LEONOR COSTA, jornalista, editora do jornal Falando de Dança, curadora da exposição “200 anos de ensino de dança de salão no Brasil” (C. A. C. Gulbenkian, 2011), pesquisadora na exposição “Rio Dança - Nos Passos da Dança Carioca” (Centro Coreográfico, 2012). Tema: contexto histórico da dança de salão no Rio de Janeiro antes e depois da chegada da corte portuguesa, em 1808.



Palestrante 2: NEI JORGE DOS SANTOS JUNIOR, professor, doutorando em Estudos do Lazer (UFMG), e Mestre em História Comparada UFRJ). Tema: Bilac e a geografia moral da cidade: os clubes dançantes nos subúrbios do Rio de Janeiro.






Palestrante 3: FELIPE BEROCAN VEIGA, prof. adjunto GAP/ICHF-UFF, prof. efetivo PPGS-UFF, pesquisador LeMetro/IFCS-UFRJ e INCT-InEAC/UFF. Tema: Gafieiras Cariocas. Onde o centro e o subúrbio da cidade se encontram.








Palestrante 4: MARCO ANTONIO PERNA, editor do site Agenda da Dança de Salão Brasileira, pesquisador, autor do livro “Samba de Gafieira: a história da dança de salão brasileira” e organizador da coletânea “200 anos de dança de salão no Brasil”. Tema: Academias de Dança de Salão: os “grêmios recreativos” do século XXI.






Produtor Executivo: ANTONIO ARAGÃO, diretor da AMAragão Produções e Eventos; jornalista e editor do Jornal Falando de Dança; membro do corpo diretor da Associação dos Profissionais e Dançarinos de Salão do Estado do RJ (APDS/RJ).







Assistente de produção: DAVID THEODOR, professor de danças de salão e formando em dança pela Faculdade Cândido Mendes; diretor do Centro Cultural Taquara, diretor de comunicação da Associação dos Profissionais e Dançarinos de Salão do RJ (APDS/RJ).





Assistente administrativo: AMAURY ESPINOZA, designer gráfico; músico; assistente administrativo da AMAragão Produções e Eventos.





TEMPO DE DURAÇÃO DE CADA TEMA:

·    40 minutos de exposição
·    20 minutos para debates

DINÂMICA

  • 10h - credenciamento para a certificação
  • 10h45 / 11h00 – abertura dos trabalhos (mediadora, Diana De Rose)
  • 11h00 / 12h00 – painel 1 (Leonor Costa) + tempo para perguntas
  • 12h00 / 13h00 – painel 2 (Nei Santos) + tempo para perguntas
  • 13h00 / 13h45 – coffee break
  • 13h45 / 14h00 - reinício dos trabalhos (mediadora, Diana De Rose)
  • 14h00 / 15h00 – painel 3 (Felipe Berocan) + tempo para perguntas
  • 16h00 / 17h00 – painel 4 (Marco Antonio Perna) + tempo para perguntas
  • 17h00 / 17h30 – fechamento (mediadora, Diana De Rose) / entrega dos certificados

Informações: (21) 99489-5225 / contato@jornalfalandodedanca.com.br



Nenhum comentário:

Postagens populares