Curta nossa fanpage

Curta a página dos editores

Pesquisar:

BLOG FALANDO DE DANÇA, BY LEONOR COSTA

quinta-feira, 15 de julho de 2010

PROCULTURA (Programa Nac. de Fomento e Incentivo à Cultura) avança mais uma etapa para sua aprovação

Aprovado quarta-feira, 14 de julho, na Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio da Câmara dos Deputados, o Projeto de Lei nº 6722/2010, que institui o Programa Nacional de Fomento e Incentivo à Cultura (Procultura).

No relatório, foi destacada a principal finalidade da modernização: “corrigir as distorções regionais e tornar mais justa a repartição dos recursos oriundos da Lei Rouanet, há que se distribuir os recursos entre as regiões brasileiras de acordo com suas respectivas populações”.

Dentre outros aspectos do Procultura, foi levantado o de sua abrangência frente aos demais projetos de fomento e incentivo à Cultura em análise na Câmara dos Deputados. Entendeu-se, ainda, que a proposta é capaz de atender as demandas culturais da sociedade brasileira e, do ponto de vista econômico, promover igualdade no investimento para o setor, por meio de parceria pública-privada.

Tramitação

A proposta tem regime de prioridade, ou seja, dispensa exigências regimentais para que seja incluída na Ordem do Dia. O PL também tramita em caráter conclusivo - não precisa ser votado pelo Plenário, apenas pelas comissões designadas para analisá-lo.

O projeto perderá esse caráter em duas situações: se houver parecer divergente entre as comissões (rejeição por uma, aprovação por outra); se, depois de aprovado pelas comissões, houver recurso contra esse rito assinado por 51 deputados (10% do total). Nos dois casos, o projeto precisará ser votado pelo Plenário.

Agora, o Procultura será analisado pelas comissões de Educação e Cultura; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania, antes de seguir para o Senado.

Acompanhe as atualizações sobre o Procultura no Blog da Rouanet.  Lá você também poderá conferir o passo-a-passo para inscrever seu projeto e pleitear o benefício da Lei (ver links) e ler os comentários dos usuários do blog a respeito do tema.

fonte:(Sheila Rezende, Comunicação Social/MinC)

Nenhum comentário:

Postagens populares