Pesquisar:

BLOG FALANDO DE DANÇA, BY LEONOR COSTA

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Circulando: cobertura do workshop Oficina do Samba 3, da Ac. Jimmy de Oliveira


Mestre Jimmy era só sorrisos para o sucesso do terceiro workshop de samba promovido em sua academia.

Mais de 200 inscrições, superando as duas edições anteriores.

"Uma pena que mais da metade tenha se inscrito no início dos trabalhos. Sem idéia do número final, programamos as aulas para acontecerem na academia quando, pelo número final de inscritos, merecia um espaço bem maior", lamentou Jimmy, que, no primeiro baile do evento, se desculpou pelo desconforto e pediu que no próximo workshop as inscrições sejam feitas com pelo menos uma semana de antecedência, para que ele tenha idéia da quantidade de pessoas e possa adequar melhor o espaço.


O Jornal Falando de Dança fez a cobertura exclusiva do workshop (quase 200 fotos)...


...e pôde constatar não só o número elevado de participantes (as fotos da cobertura bem demonstram isso), como a variedade da procedência.


Além de participantes do Estado do Rio, muita gente de fora do Estado.



Ao fotografarmos, identificamos dançarinos de Minas, São Paulo, Bahia, Rio Grande do Sul, Belém do Pará e até Rondônia, além de dançarinos da Noruega e do Japão.



Em destaque, a turma de paulistas, dentre os quais Carine Morais e seu partner, vencedores do Brasil Salsa Open, que deram um show no grande baile do evento, no Tijuca Tênis Clube (animação da Banda Paratodos, que caprichou no samba swingado), e, posteriormente, na Domingueira Bom Malandro, no Lapa 40 Graus.


Outra coisa que pudemos observar no workshop foi a presença maciça de galera bastante jovem, inclusive algumas crianças que mais tarde fizeram apresentações nos bailes.


Uma demonstração do alcance que o samba swingado está tendo dentro da nova geração de dançarinos.


E que ouviram vários alertas durante as aulas para conterem seu ímpeto de exibição nas pistas de um baile normal (difícil, em se tratando de jovens, com o espírito de competição à flor da pele).

"Muitos criticam o estilo Jimmy de Oliveira de dançar samba alegando que seus movimentos provocam acidentes na pista", comentou um dos professores do workshop, Leo Fortes.


"Mas todos esse movimentos podem ser feitos de forma contida, com passos menores, respeitando o espaço, é responsabilidade do dançarino se policiar e treinar em espaços pequenos, para que ele não venha a machucar o colega de baile", completou Leo Fortes.


Nesta postagem, além das fotos do workshop...


... do baile da primeira noite do evento (onde o dançarino Leo, nestas fotos aí em cima, comemorou seu aniversário) ...




... marcado por excelentes apresentações dos profissionais da casa e dos que vieram para o workshop...





Seguem, também, algumas (poucas) fotos do baile do Tijuca (tiradas pelo Aragão porque nesse dia esta editora estava comemorando seu niver com a família em São Paulo, hehehe).




Muita gente filmou as apresentações, vamos aguardar a publicação no YouTube para atualizar esta postagem com os vídeos.

Quanto ao Falando de Dança, fizemos uma tomada de um minuto de cada apresentação para um compacto, mas sabe-se lá quando terei tempo de editar o trabalho...

Seguem o restante das fotos (clique nas imagens para ampliá-las).








  • Photo album deste evento, com bastante fotos, aqui.
  • Cliquem nas imagens para ampliá-las!

Um comentário:

Cissa disse...

E os videos? Não pude ir este ano tb com o pé quebrado quem pode? rsrs, gostaria de ver os videos e que bacana que foi bem cheio, lotado hein...
QUE SUCESSO!!!! Parabens Jimmy e sua equipe e Leonor, obrigada pelas reportagens.

Postagens populares