Pesquisar:

BLOG FALANDO DE DANÇA, BY LEONOR COSTA

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Especial: cobertura do IX Festival de Dança de Rio das Ostras

IX Festival de Dança de Rio das Ostras


O Jornal Falando de Dança foi a Rio das Ostras acompanhar as apresentações das cias de dança Henrique Nascimento, Renata Peçanha e Cacau Mendes, que tiraram as primeiras colocações na mostra competitiva de dança de salão. Stelinha Cardoso e Wellington Lopes ministraram workshop no evento.


Parte I - Do Festival


A nona edição do Festival, realizado pela Secretraria de Cultura de Rio das Ostras e organizado por Regina Sauer, no amplo espaço do antigo Camping Costa Azul, recebeu este ano mais de mil inscrições de dentro e de fora do Estado do Rio, comprovando seu peso no calendário de danças do país.


Dos informativos da dança estavam presentes a equipe do Jornal Falando de Dança e do Jornal da Dança. Na foto acima, da esquerda para a direita, Henrique Nascimento, Renata Peçanha, Edézio Paz (Jornal da Dança), Regina Sauer (organizadora), Aragão (Jornal Falando de Dança) e Cacau Mendes.


Para manter o nível das apresentações da mostra competitiva, os organizadores elevaram os critérios de seleção dos trabalhos e as premiações só foram conferidas àqueles que atingiram uma média mínima de pontuação, independentemente do número de concorrentes por categoria.


O evento aconteceu entre os dias 18 e 23/11, durante os quais foram promovidas oficinas de dança franqueadas ao público, com professores de renome, nacional e internacionalmente, seguidas de mostras competitivas, encerradas sempre com espetáculos de companhias de dança convidadas, como a Cia de Ballet da Cidade de Niterói (foto abaixo) e a atração internacional do casal de primeiros bailarinos do Staatsballett de Berlin, Viara Natcheva e Wieslaw Dudek, que também ministraram um workshop de balé clássico.



Os espetáculos e apresentações ocorreram na Lona 1 (foto acima), com amplo palco, auditório e camarins, enquanto que os ensaios e workshops ocorreram na Lona 2 (fotos abaixo), onde também funcionou um telão com projeção dos espetáculos da Lona 1.

Havia também um setor de alimentação...


... e uma feira de vestuário e acessórios para dança, na qual se destacou o stand da Capézio, com preços promocionais para os freqüentadores do Festival.




Parte 2 - Workshop de dança de salão




O primeiro workshop do evento, dia 19/11, foi dedicado à dança de salão.
Veja dois clipes da aula ao final desta postagem.



Os professores Stelinha Cardoso (que fez parte do júri da mostra competitiva) e Wellington Lopes deram uma bem organizada – e divertida – aula sobre as origens do samba de gafieira, ministrando passos básicos de maxixe, chorinho e samba antigo.


Na foto acima, da esquerda para a direita: Wellington Lopes, Regina Sauer, Stelinha Cardoso, Márcio Moura e Antônio Aragão.


Detalhe: as seqüências formavam pequenas coreografias, o que certamente facilitou a memorização dos movimentos e tornou a aula mais prazerosa.


Ao final, Wellington exibiu e comentou seqüências de filmes antigos mostrando trechos de maxixe e samba anos 40.



Parte 3 - Mostra Competitiva de Danças Folclóricas

Muitas apresentações de danças orientais e espanholas. De dança folclórica brasileira, somente uma apresentação, solo, de frevo, merecidamente premiada.
Num país tão vasto, com tantas danças regionais típicas, e com tantas ONGs e centros de cultura dedicados à sua divulgação (principalmente no caso de danças do sul e de danças de influência afro) é de lamentar a ausência de nossas danças folclóricas nessa categoria, o que denota uma falha de divulgação junto a esse segmento.





Parte 4 – Dança infantil

Aqui novamente predominou dança flamenca e danças orientais. Isso explica-se pelo fato do ballet ocupar outro dia do evento. Mas as crianças (maioria meninas) estavam lindas e felizes, com figurinos caprichados, e com destaque para o coreografia Jeannie é um gênio (foto abaixo), uma das premiadas da noite.


Parte 5 - Apresentações de danças com portadores de necessidades especiais


Apresentações muito bonitas e que emocionaram, mas limitadas a cias de dança da Região dos Lagos. Isso talvez se explique pelas dificuldades de logística que cias de dança de outras cidades certamente enfrentariam, com nossa sabida falta de patrocínio e/ou apoio às escolas que se dedicam a ensinar dança a esse segmento de público. Destaque para a cia de dança sobre rodas do projeto Portadores de Alegria).







Parte 6 - Mostra Competitiva de dança de salão

Pouquíssimas cias de dança de salão inscritas, o que é uma pena, pois a infra-estrutura do festival certamente seria uma rara oportunidade das cias de dança do Estado do Rio de Janeiro mostrarem seus trabalhos, já que Rio das Ostras é bem mais perto que outros festivais de peso, como Joinville.




Da banca examinadora (foto abaixo), desse primeiro dia da mostra competitiva, fizeram parte: Stelinha Cardoso (prof. Dança de salão), Regina Sauer (organizadora do evento, coreógrafa e diretora da escola de dança Nós da Dança), Najma Najid (bailarina e coreógrafa referência em dança oriental), Renato Marques (bailarino e coreoógrafo especializado em dança flamenca), e Roberto Dias (bailarino e coreógrafo especializado em modern jazz).



Além das cias da Região dos Lagos, participaram da mostra competitiva a Cia de Dança Renata Peçanha e a Cia de Dança Henrique Nascimento, está última contando com o apoio do Jornal Falando de Dança.


Para o ano, o Jornal pretende envidar esforços para levantar mais apoio para apresentações de outras cias cariocas.

Na pontuação final, a Cia Cacau Mendes ficou com o primeiro lugar dupla (foto abaixo).

A Cia Henrique Nascimento ficou com o segundo lugar trio, não sendo atingida a pontuação mínima para a premiação na primeira colocação, que ficou vaga (na foto abaixo, Henrique recebendo o prêmio das mãos da prof. Stelinha).

A Cia Renata Peçanha (foto abaixo) teve duas coreografias empatadas em primeiro lugar, categoria grupo.

88Assista ao final da postagem trechos das apresentações.





Parte 7 - Considerações finais

Para além da excelente organização do evento, pela qual Regina Sauer e equipe estão de parabéns, chamou-nos a atenção o empeno da Fundação Rio das Ostras de Cultura em manter a realização anual de um festival de dança nesses moldes, com premiação em dinheiro e gratuidade de inscrições e ingresso, numa continuidade de política cultural que só traz benefícios a todos os envolvidos: para a cidade, uma forma de atrair novos visitantes, movimentando a economia local; para o público, uma oportunidade de assistir a bons espetáculos e tomar contato com as diversas modalidades d dança através das oficinas gratuitas; para os participantes, uma oportunidade de intercâmbio entre os profissionais da dança e aperfeiçoamento de suas técnicas, incentivados pelo espírito de competição.





Parte 8 – Clipes das Apresentações.

Cia Cacau Mendes - dupla profissional

Cia Henrique Nascimento - trio


Cia Rosa Demarchi - duo


Cia Renata Peçanha - grupo - salsa


Cia Rosa Demarchi - grupo - samba


Cia Renata Peçanha - grupo - tango


Cia Cacau Mendes - grupo - samba


Cia Renata Peçanha - grupo - zouk


Workshop dança de salão - demonstração chorinho


workshop dança de salão - demonstração samba antigo

  • Foto álbum com estas e outras fotos, em tamanho original, hospedado AQUI.

Nenhum comentário:

Postagens populares