Pesquisar:

BLOG FALANDO DE DANÇA, BY LEONOR COSTA

segunda-feira, 12 de maio de 2008

A Dança na mídia



Álvaro Reys e Christiane Torloni vencem o Dança dos Famosos 5

Atriz, que tem uma sólida formação em dança, confirmou o favoritismo.
A apresentação do tango garantiu a vitória, apesar do deslize no samba de gafieira


A dança a dois, como o nome já indica, é uma soma do desempenho do par, que tem que ter química, estar em harmonia, ter postura, enfim, uma série de fatores que, de cada lado, garante um resultado de encher os olhos ou, no outro extremo, de resultar em um visual sofrível e até ridículo.

Quem é assíduo freqüentador de bailes sabe disso muito bem. E certamente já presenciou aquele bambambã que, indiferente às limitações da parceira, insiste em fazer movimentos que são acompanhados aos “trancos e barrancos” pela partner. Ou a dançarina que insiste em fazer floreios quando o nível técnico do parceiro pede uma postura mais simples. O bom profissional sabe identificar o potencial do seu partner e explorar esse filão.

Esse, sem dúvida, foi o maior mérito do professor Álvaro Reys, e que lhe garantiu o favoritismo até a final da quinta edição do “Dança dos Famosos” da Rede Globo, encerrada neste domingo, dia 11/05. . "Eu a estudei para saber o que iria funcionar, vi que é mais clássica e apostei nos peões e na dança com interpretação", declarou Álvaro ao site da Globo. De fato, como pode ser verificado pelo vídeo de tango, a formação de bailarina de Christiane permitiu seu alto desempenho na apresentação de tango show, que explora movimentos de ballet (ao contrário, sua apresentação de gafieira expôs sua falta de molejo, com uma derrapada feia do casal na cadeirinha).

A classificação do jovem ator de Malhação, Rafael Almeida, em segundo lugar, a meu ver teve peso de primeiríssimo. Sem a experiência da concorrente famosa, Rafael revelou-se nas apresentações, num desempenho crescente, e não teve a ajuda de uma boa parceira. A dançarina Jacqueline, mesmo descontando o nervosismo da final, demonstrou total falta de molejo e técnicas de passos básicos de dança de salão, como na posição da ponta do pé na figura final do tango (ai , ai, ai, qualquer dançarina de salão de nível intermediário faria melhor). Já Rafael, com pouco tempo de treino, conseguiu reproduzir movimentos de nível intermediário e avançado, está de parabéns.

No final, Christiane Torloni e Álvaro Reis venceram a disputa com uma diferença apertadíssima (194 pontos, contra os 192,7 pontos do casal Rafael Almeida e Jaqueline Fernandes).

Os participantes foram avaliados pelo júri técnico, composto por J.C. Violla, Maria Pia Finocchio e Ana Botafogo, e pelo júri artístico, que contou com Grazi Massafera, Alexandre Borges, Wolf Maya e Eliza Joenck. Além das notas dos jurados, os participantes foram avaliados pela platéia do programa e pelo público, que podia votar pelo telefone ou pela Internet. Interessante notar que o público avaliou de forma diferente as apresentações dos dois finalistas. Se não fosse o júri técnico, o resultado seria justamente o contrário do que foi.

Veja abaixo a apresentação do casal vencedor, nos dois ritmos da final, gafieira e samba:
tango – Álvaro e Christiane


Samba – Álvaro e Christiane



Veja abaixo a apresentação de Rafael e Jacqueline, nos mesmos ritmos:
tango – Rafael e Jacqueline


samba – Rafael e Jacqueline

  • Quer conferir a perfomance de Christiane e Álvaro durante toda a competição? Clique AQUI para ver a coleção da Globo Vídeos.
  • E AQUI a coleção de vídeos de Rafael e Jacqueline.
  • Hoje o professor Álvaro Reys recebe seleto número de convidados para um coquetel em sua academia, em Copacabana, comemorando o terceiro ano da Alvaro’s Dance e, claro, o resultado da competição. Estaremos lá para conferir.
  • foto: Zé Paulo Cardeal/TV Globo/Divulgação

Nenhum comentário:

Postagens populares