Pesquisar:

BLOG FALANDO DE DANÇA, BY LEONOR COSTA

segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

Últimas Notícias

Bloco Carnavalesco Cordão da Bola Preta é despejado
Tradicional bloco de rua do carnaval carioca fica sem sua famosa sede social

Encerrou-se a novela que vinha se arrastando há um ano: o condomínio do Edifício da Treze de Maio 13, onde o famoso Bloco Carnavalesco Cordão da Bola Preta tem sede desde 1950, conseguiu na justiça a posse do imóvel, cujo mandato foi cumprido no último dia 22/01.

O Condomínio fica com a sede social do clube, onde eram realizados eventos de black musica, samba, pagode – e bailes de dança de salão -, para quitar as dívidas com cotas condominiais em atraso há vários anos.

A dívida, estimada em mais de R$ 1,5 milhão, é bem superior ao valor do imóvel mas o condomínio não teve outra alternativa, visto que o imóvel, levado a leilão mais de uma vez, nunca conseguia interessado em arrematá-lo.

O mobiliário do salão foi levado para o quarto andar do mesmo prédio, onde o clube possui algumas salas administrativas e onde não há possibilidade de realização de eventos. “Nessas três salas não podemos fazer festas e bailes. Como vamos arrecadar dinheiro, sem espaço para isso?”, indagou, indignado, o presidente do clube, Pedro Ernesto Araújo Marinho, que garantiu, no entanto, a saída do Bloco no sábado de Carnaval, mantendo uma tradição que se iniciou em 1918. Ano passado, o bloco arrastou cerca de 200 mil foliões atrás de si, no trajeto da Cinelândia à Praça Tiradentes, a maioria com o uniforme do Cordão (qualquer roupa branca com bolas pretas).

História

O Bloco foi fundado na Rua da Glória, numa dissidência do Clube dos Democráticos. Saiu pela primeira vez em 13 de dezembro de 1918 e sua maior figura, e diversas vezes seu presidente, foi Francisco Carlos Brício, responsável pela compra da sede atual, em 1950, que ocupava o terceiro andar do prédio da Avenida Treze de Maio 13, ao lado do Teatro Municipal.

O Bola Preta é hoje o último remanescente dos antigos cordões carnavalescos que existiam no Rio Antigo, sendo considerado um dos pontos mais fortes do carnaval de rua da cidade, quando sua famosa banda, composta por instrumentos de sopro, arrasta multidões pelas ruas do Centro, tocando vastíssimo repertório de marchinhas de carnaval.

Dança de Salão

Os bailes no Bola Preta entrarão para a história da dança de salão carioca como entrou recentemente o Clube Sírio Libanês, que encerrou suas atividades na sede social de Botafogo em março de 2007.

Eram muito freqüentados, os bailes promovidos por Geraldo Lima e também por Bernardo Garçon, que exercia essa atividade no Clube há mais de quarenta anos.

Nas fotos, de cima para baixo, Bernando Garçon, em início de carreira no Bola, e, em abril do ano passado, em baile comemorativo de seus 40 anos de atividade no clube, ao lado de Antônio Aragão, do Falando de Dança, e da promoter Ângela Abreu. Na seqüência, Geraldo Lima sendo homenageado pelo presidente da casa, Pedro Ernesto, em dezembro do ano passado, quando a casa assumiu sozinha a organização dos bailes sociais.

.

Nenhum comentário:

Postagens populares