Pular para o conteúdo principal

Quem sou eu: para você saber um pouco sobre esta editora, Leonor Costa

Meu nome é Leonor Costa, sou a editora do blog FALANDO DE DANÇA e do periódico cultural Jornal Falando de Dança (www.jornalfalandodedanca.com.br).

Apresento aos leitores desta página um resumo de minhas atividades profissionais, listadas a seguir:

  • Sou formada em direito pela UFRJ (OAB-RJ 055861) e trabalhei no setor de transporte marítimo de uma estatal por dez anos, ingressando posteriormente na iniciativa privada. Atualmente sou jornalista registrada na FENAJ (Federação Nacional dos Jornalista) sob nº JP31432RJ, editora do Jornal Falando de Dança desde 2007, diretora da AMAragão Edições e Produções desde 2009 e diretora cultural da Associação dos Profissionais e Dançarinos de Salão do RJ desde 2014.

  • Iniciei na dança de salão em 1999, passando por algumas academias de dança até me fixar na academia Jimmy de Oliveira, que deixei, já como bolsista, para me dedicar exclusivamente à imprensa da dança (no caso, o jornal Dance News, que editorei de 2005 a 2007).

  • Fiz vários cursos de especialização na área de artes gráficas para modernizar o visual do Dance News, culminando com a adoção de uma nova formatação, padrão tablóide europeu, em janeiro de 2006.

  • Em março de 2007 deixei a editoria do jornal para explorar a área de divulgação e distribuição de informações online, criando o blog Falando de Dança.

  • Adotei o formato de blog, e não de site, pela facilidade de atualização das notícias e a disposição das mesmas, em forma de informativo diário, tipo jornal.

  • Em outubro de 2007, atendendo a insistentes pedidos de amigos deste blog, me associei a Antônio Aragão (ex-diretor financeiro do Dance News) e Anderson Gomes (profissional da área de informática) para editar a versão impressa do blog - o JORNAL FALANDO DE DANÇA, lançado oficialmente em evento no Olympico Club, dia 4 de novembro de 2007. Veja AQUI a festa de lançamento. 

  • Juntamente com o diretor Antonio Aragão, lançamos, através do Jornal Falando de Dança, várias campanhas bem sucedidas em prol da valorização da dança de salão: apoio/copatrocínio à realização da Semana da Dança de Salão do RJ (Lei 3400/2000); apoio/copatrocínio à realização do I Congresso de Dança Esportiva do RJ (UERJ, 2009); apoio/copatrocínio à realização do I Encontro Infantojuvenil de Dança de Salão do RJ (C. A. Calouste Gulbenkian, 2009); campanha pela eleição de um representante da dança de salão para a Conferência Setorial de Dança da CNC 2009; campanha pela aprovação da Lei Molon, que tornou a dança de salão carioca patrimônio cultural imaterial do estado (Lei 5828/2010); campanha pela adesão da classe às comemorações ao Dia do Dançarino de Salão (Lei 3500/2003); campanha pela comemoração dos 200 anos de ensino de dança de salão no Brasil (com base no primeiro anúncio publicado em 13-07-1811); campanha por renovação no Sindicato dos Profissionais da Dança do RJ (2012)campanha pela eleição de um representante da dança de salão no Conselho Municipal de Cultura do Rio de Janeiro (2012); campanha pela participação da dança de salão no Arnold Classic Brasil (2013); apoio ao movimento Reage, Dança; dentre outros.

  • Como assessora de projetos da Associação Nacional de Dança de Salão (Andanças), participei (e fui a redatora) do grupo de trabalho criado pelo então presidente da comissão de cultura da Alerj, Alessandro Molon (hoje deputado estadual), para a regulamentação da Lei 3400/2000 (Semana da Dança de Salão do RJ), do qual resultou dossiê entregue à Secretaria de Estado de Cultura do RJ.

  • Fui a pesquisadora e a elaboradora do dossiê da campanha "Uma Estátua para Antonietta", que fundamentou o ofício do vereador Reimont ao então secretário da SECONSERVA (responsável, dentre outros, pelas estátuas e chafarizes da cidade do RJ), encaminhando o pleito da campanha pela estátua da mestra Maria Antonietta. Saiba mais AQUI.

  • Fui Curadora da Exposição "200 anos de ensino de dança de salão no Brasil", inaugurada em junho/2011, no Centro de Artes Calouste Gulbenkian. Acesse o tour da exposição, AQUI.

  • Sou curadora e ministrante de palestras na exposição itinerante "200 anos de ensino de dança de salão no Brasil", que esteve nas zonas norte (Helênico A. C.) e oeste (Bangu A. C.) do Rio, em 2011 e 2012; na Baixada Fluminense (SME, Duque de Caxias), em 2012; e no Centro Coreográfico do RJ (Semana da Dança do SPDRJ, em 2014). 

  • Sou pesquisadora e projetista do projeto de periodiciade anual "Prêmio Cultura da Dança de Salão", lançado pela primeira vez em 2011, com o patrocínio da Secretaria de Estado de Cultura do RJ, para a comemoração do bicentenário da publicação no Brasil do primeiro anúncio de aulas de dança de salão (Gazeta do Rio de Janeiro | 13 de julho de 1811 | por Luis Lacombe) 

  • Fui autora do catálogo da exposição "200 anos de ensino de dança de salão no Brasil" que pode ser lido on-line, AQUI.

  •  Fui pesquisadora para dança de salão na exposição "Rio Dança - Nos Passos da Dança Carioca" (Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro, 2012).

  • Fui autora do projeto Mostra Coreográfica InfantoJuvenil, atuando também como curadora e produtora (Museu do Exército e Forte de Copacabana, julho, 2013).

  • Ministro palestras sobre políticas públicas para dança de salão (Congresso Oficina do Samba, 2009 e 2012; Semana da Dança de Salão, 2012).

  • Atuo como elaboradora de projetos culturais de terceiros, para inscrição em editais de cultura.

  • Atuo como revisora e copidesque da AMAragão Edições, editora da coletânea "200 anos de dança de salão no Brasil", com organização de Marco Antonio Perna; e do livro "Pé de Valsa", de Elaine Reis.

  • Forneço conteúdo para a página da Associação dos Profissionais e Dançarinos de Salão do RJ (APDS), a página da Semana da Dança de Salão do RJ (SDS/RJ), a página do Prêmio Cultura da Dança de Salão e a página do Jornal Falando de Dança.

  • Forneci textos para os volumes 1, 2 e 3 da coleção "200 anos de dança de salão no Brasil", editado pela AMAragão Edições (que também edita o Jornal Falando de Dança).

  • Fui colaboradora da Revista de História da Biblioteca Nacional (RHBN, 2013). Veja meu artigo sobre os 200 anos de dança de salão, AQUI.

  • Em 2014 atuei como assessora de impressa voluntária da Sociedade Beneficente Helênica Acrópolis, entidade sem fins lucrativos fundada em 1953 com o objetivo de divulgar e difundir os valores da cultura helênica entre os descendentes e amigos da colônia de imigrantes gregos do estado do RJ.

  • Sou autora de crônicas e artigos publicados nos jornais Dance News (até 2007) e Jornal Falando de Dança, a maioria sobre história da dança de salão e políticas públicas para a dança.

  • Fui eleita em novembro de 2014 para o cargo de diretora cultural da Associação dos Profissionais e Dançarinos de Salão do RH - APDS/RJ, para o biênio 2015/2016 e para o biênio 2017/2018.

  • Em 23-04-17, realizei o projeto de minha autoria Historicidade da Dança de Salão: 200 anos de sociedades dançantes, através da AMAragão Edições e Eventos, para a Secretaria Municipal de Cultura, no Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro (registro no SNIIC sob nº EV-121). Link para as fotos e clipping do projeto, AQUI. Link para a filmagem das palestras, realizada pelo site Dance a Dois, AQUI. Cobertura fotográfica do Dance a Dois, AQUI.
Espero que você, leitor, que está visitando este veículo pela primeira vez, aprecie este trabalho, feito com muita dedição e desejo de divulgar a dança em geral e a dança de salão em especial.

Não deixe de acessar meu Livro de Visitas e deixar lá suas impressões sobre este blog, ajudando-me a aperfeiçoá-lo.

Atenciosamente,

Leonor Costa

Saiba mais:

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dançando na natureza: Pousada Faraó

Dia 31/05 fomos tomar café da manhã com Margarida Mittelbach, na Pousada A Marca do Faraó, em Cachoeiras de Macacu.





Uma promessa antiga agora cumprida, pois há muito a Margarida nos convida para conhecer as instalações de sua pousada, onde organiza trimestralmente um final de semana com oficinas de dança, bailes e atividades de lazer.








Realmente, um lugar aprazível, com lago com caiaque, lago para pesca, cachoeira, rios, boliche, sauna, jogos de mesa, enfim, toda uma infra-estrutura de pousada.











Mas, como estamos tratando com amantes da dança, todas essas opções de lazer eram supérfluas pois o que importava mesmo eram as aulas, em três ambientes distintos, onde se revezaram os professores Juarez (Itaguaí), Edu Cigano (Friburgo), Carlinhos (Jaime Arôxa Niterói), Valdeci de Souza e Jimmy de Oliveira.

Veja aqui o roteiro de bailes e eventos de julho/18, dos patrocinadores e apoiadores da ed. 130 do JFD

S E G U N D A S
Baile da Melhor Idade do Club Municipal Na Tijuca, todas as segundas, das 16 às 20h. Inf.: 2569-4822 Banda Sol e Mar no Mauá de São Gonçalo Dia 09/07, das 18 às 22h, comemorando o aniversário do prof. Genilton Muniz. Dançarinos de Apoio. Inf. 97353-8170.
T E R Ç A S
Baile da Conceição da Bahia Na Tijuca, Inf.: 2288-2087 / 9-9679-3628. Tijuca Tênis Clube Inf. (21) 3294-9300. Terça dançante da Gaúcha Toda terça, 20h, na churrascaria Gaúcha. Inf. 2558-2558. V. anúncio nesta edição. Baile do Studio de Dança Flávio Marques No Centro do Rio, toda terça, 12h. Inf. 2223-0530 / 9.9745-2305. Baile de tango no Studio Marquinhos Copacabana Às terças, 19h. Inf. 981-795-710.
Q U A R T A S
Quarta dançante na Gaúcha Toda quarta, 20h, na Churrascaria Gaúcha. V. anúncio nesta edição. Inf. 2558-2558. Dançando na Quarta Na Tijuca, Casa dos Poveiros. Inf. 2578-4361 / 7830-3009. Quartas Democráticas Na Lapa, toda quarta, no Clube dos Democráticos, forró ao vivo. Inf. 2252-4611. Baile dos Amigos da Dança, na Taq…

Personagens da nossa história: Mário Jorge, o Rei dos Salões

Mário Jorge, o Rei dos Salões

Ele foi um dos maiores dançarinos – se não o maior – de nossos salões. Isto dito por inúmeras testemunhas que o viram criar nas pistas movimentos hoje incorporados definitivamente aos ritmos dançados a dois. Um trágico acidente o retirou das pistas e ele virou lenda. Décadas mais tarde, ao ser homenageado em um evento, eis que ele encontra a mulher da sua vida, que o ajudaria em sua reabilitação e o colocaria novamente sob as luzes dos holofotes.

Estamos falando de MÁRIO JORGE MESSIAS MATOS, o “rei dos salões”, como era chamado nos anos sessenta, que recentemente oficializou sua união com D. Íris Neira, queridíssima administradora da Academia Carlos Bolacha. Foi o casamento mais comentado dos últimos tempos (foto abaixo). “Nem provei do buffet, pois não paravam de nos fotografar”, comentou Íris.
.
Empenhada em pesquisar e divulgar a história do marido (“muitas fotos se perderam e, dos filmes, só consegui recuperar dois, que precisam ser restaurados”), Íris p…