Curta nossa fanpage

Curta a página dos editores

Pesquisar:

BLOG FALANDO DE DANÇA, BY LEONOR COSTA

segunda-feira, 31 de dezembro de 2007

Salsa



Campeões do Brasil Salsa Open dão workshops pelo Nordeste

Carine Moraes é natural de Fortaleza mas fixou residência em São Paulo, onde dá aulas juntamente com seu partner, Paulo Burracha. O casal foi o primeiro colocado na etapa nacional do Salsa Open, realizada na capital paulista em novembro de 2007, em apresentação impecável que pode ser vista na postagem em que noticiamos os resultados finais da competição (clique AQUI).
.
Embora já tivessem projeção no meio profissional da salsa, Carine e Burracha experimentam agora os reflexos de sua colocação no Brasil Salsa Open.
.
Recentemente, dia 03/12, o casal se apresentou para todo o Brasil no Programa Hebe Camargo, do SBT, acompanhando a Banda Capim Cubano, especializada em ritmos latinos (veja o vídeo AQUI).
.
Agora em janeiro, Carine e Burracha seguem para Fortaleza, onde darão um workshop de salsa, de 18 a 20/01, com apresentações de dança. Depois, o casal segue com a mesma agenda para Natal.
.
O Falando de dança entrevistou o casal para nossos leitores saberem quem são esses dançarinos, que representarão o Brasil no World Salsa Open, um dos campeonatos mais afamados no mundo.

nome completo
Carine Silva Morais
Paulo Roberto Silva Serafim ( Burracha)

Idade
A mesma idade, 25 anos.

Dançam desde quando e como descobriram a dança de salão
Carine: Danço desde 1996. Uma amiga fazia aula de dança e me levou para conhecer a escola. Como eu já gostava de dançar, fui convidada para ser treinada. Comecei e não parei mais.
Burracha: Eu comecei mais tarde, em 98. Fui procurar um hobby e acabei indoolhar uma aula de forró. Gostei, e comecei a dançar.

Que academias/professores contribuíram para a formação de vocês?
Carine: Nossa, muitos. A começar pelo Fernado, da escola de dança FeB, em Fortaleza. Depois, o Helder de Sousa (Fortaleza), o Rogério Mendonza e a Sarah Palhares (RJ), o Jimmy de Oliveira (RJ), o Ricardo Melo e Kleire Tavares (SP)...
Burracha: Além do fernando, do Helder, do Rogério, da Sarah, do Ricardo e Kleire, destaco também o Erlandeson, da Art Brasil (Fortaleza).

Quantos anos como professores e em que academias
Carine: 10 anos. Ensinei na Escola de dança FeB, no Centro de dança Helder de Sousa, na Escola de Dança Carlinhos Araújo - esses em Fortaleza. No Rio trabalhei no Centro de Dança Jimmy de Oliveira. Em São Paulo, na Academia das Artes e no Estudio de Dança Sou Art.
Burracha: 8 anos, também nesses lugares.

Atuação em congressos, festivais, concursos, etc
Participamos juntos da Fendafor, de 2003 a 2006; do Festival Nacional de Dança de Fortaleza; do Congresso Mundial de Salsa, de 2005 a 2007 - SP; do Dansal Nordeste 2006 - Natal; do Congresso de Salsa de Brasilia 2007 e do Congresso internacional de danças brasileiras - RJ.

Experiência no exterior?
Estivemos duas vezes na Espanha, em 2003, para shows.

Ritmos preferidos
Nossos preferidos são salsa e samba, no que, aliás, nos especializamos.

Como ingressaram na salsa
Fazendo aulas com rogério e Sarah, em Fortaleza. Depois integramos a Cia Rebellion Salseira, também em Fortaleza. Já tem 4 anos.

Competem na salsa desde quando?
Desde o 1º ano que teve salsa open no Brasil, em 2005. Somos o único casal que participou de todos os Salsa Open Brasil, tendo ficado na final em todos os anos.

Em que colocações?
7º lugar no Salsa Open Brasil 2005 SP; 2º lugar no Salsa Open etapa Nordeste 2006, 7º lugar no Salsa Open Brasil 2006 SP; 1º lugar no Salsa Open etapa Brasilia 2007; 1º lugar no Salsa Open Brasil 2007 SP.

O que acharam do Brasil Salsa Open 2007, muito competitivo?
Achamos que a cada ano a salsa vem evoluindo e com isso O Br Salsa Open 2007 foi, com certeza, mais equilibrado que os outros anos. Foram 6 casais na final, todos de ótimo nivel.

Além da competição, participaram de outra forma no Congresso de Salsa?
Carine: Eu dei aula com Douglas (Conexão Caribe) no Congresso mas não participamos mais do que isso para podermos nos concentrar na competição. Mas fizemos também apresentações durante o Congresso, pela Cia Phoenix, da qual fazemos parte desde fevereiro de 2007.

Qual foi a premiação?
Ganhamos passagens e hospedagem para Puerto Rico, e vaga nas 4º de finais no salsa open mundial.

Irão mesmo a Porto Rico?
Com certeza, estamos resolvendo apenas a documentação. Estamos muito felizes em participar desse campeonato representando o Brasil e ansiosos para dividir o palco com os grandes nomes da salsa mundial.

Planos para o futuro
Treinar cada vez mais, e continuar com pensamentos positivos. Trabalhar muito... esses são nossos planos. Queremos aproveitar a oportunidade para agradecer a todos aqueles que acreditaram no nosso trabalho. Principalmente Ricardo Melo e Kleire Tavares, pela oportunidade de nos trazerem para SP e fazer parte da Cia Phoenix, onde fomos preparados para o campeonato. Agradecemos também a Academia das Artes em Sp, a todos nossos amigos de Fortaleza e pessoas que sempre nos apoiaram... Muito obrigado, estamos muito felizes.

Veja Mais

Nenhum comentário:

Postagens populares