Pesquisar:

BLOG FALANDO DE DANÇA, BY LEONOR COSTA

terça-feira, 24 de abril de 2007

A dança na mídia - Parte IV

Minha última abordagem sobre a Dança dos Famosos foi dia 02/04, quando se encerrou a etapa da primeira fase, com a definição dos casais que, eliminados, se apresentariam no programa do dia 08/04 para a repescagem e continuidade da segunda fase eliminatória. Então, para quem não vem acompanhando o programa e para meus visitantes de outros países, segue o resumo do que aconteceu até agora.

A repescagem.
Continuando a novela, no programa seguinte, do dia 08/04, os quatro casais eliminados anteriormente se apresentaram para que fosse escolhido aquele que voltaria à competição. Competiram pela vaga, dançando rock, os casais: Mara Manzan e Leandro Azevedo; Roberto Guilherme e Daiane Amêndola (foto acima); Ellen Jabour e Thiago Mendonça; e Carmo Dalla Vecchia e Adriana Mattos. O casal repescado foi Carmo Dalla Vecchia e Adriana Mattos, o que, a meu ver, corrigiu uma injustiça que eu já havia notado logo quando eles foram eliminados no início do programa (clique aqui para ver minha primeira postagem sobre o assunto). Reparem como Carmo transmite a sensação de que ele realmente tem domínio dos passos, a forma como ele os executa com leveza.
Definidos os famosos competidores, o programa passou, então, para a fase eliminatória propriamente dita, em que homens e mulheres disputam juntos e não há mais direito a repescagem (quem sair, saiu).

Primeira eliminatória do dia 15/04.
A fase eliminatória iniciou-se dia 15/04, com a apresentação dos famosos e famosas classificados nas etapas anteriores - ao ritmo de discoteca. Bem, não teria sido fácil transformar em dança-a-dois um ritmo que foi criado para “sacudir o esqueleto” na pista, cada um por si. E, a bem da verdade, o programa é para apresentar quadro de dança, o que significa que pode ser algo diferente da dança de salão. Assim, os professores deixaram as figuras da dança de salão de lado (com uma ou outra exceção) e capricharam nos passos à la John Travolta, que foram muito melhor assimilados por seus pupilos. Resultado: agradaram em cheio o público. Julguem vocês, pelos clipes que “linkei” aos nomes. E apesar da menor complexidade dos passos, os jurados também adoraram, dando notas altas adoidado. Quatro famosos conquistaram a nota máxima na pontuação geral: Sidney Sampaio e Carolina Nakamura; Juan Alba e Renata Mattos; Cristiana Oliveira e Álvaro Reys; e Serjão Loroza e Sabrina Cabral. O desempate ficou por conta da votação da platéia e do público de casa, que acabou elegendo Serjão Loroza como o campeão no ritmo discoteca. Sabrina Cabral não agüentou a emoção do resultado e caiu no choro, contribuindo para aumentar ainda mais a cotação do casal junto ao público. Os demais casais que se apresentaram (clique no nome para ver o vídeo) foram: Elaine Mickely e Átila Amaral; Fernanda Vasconcellos e Kilve Costa; Carmo Dalla Vecchia e Adriana Mattos; Rodrigo Hilbert e Priscilla Amaral (foto à esq.); e Fafá de Belém e Luiz Kirinus. Fafá de Belém foi a famosa eliminada nesta etapa. Resultado justo, já que ela parecia totalmente perdida, rodando mais do que pomba-gira.

Samba de gafeira no dia 22/04
Bem que Renata Mattos tentou mas Juan Alba (foto ao lado) não conseguiu se desenvolver bem, o que levou a professora a fazer uma coreografia bem simples e que não empolgou o júri. Resultado: foram os eliminados da noite. Serjão Loroza, apesar da ginga de malandro, não executou uma coreografia tão complexa assim, mas continua ganhando no quesito carisma – o que, em programa de auditório, é tão o mais importante do que a técnica, daí terem ficado em primeiríssimo lugar.
A apresentação de Carmo Dalla Vechia foi razoável. Vejam no vídeo como a sua professora e coreógrafa usou aquela famosa seqüência de dançar em torno da latinha, digo, aqui, do chapéu. O júri gostou: o casal ficou em segundo lugar na pontuação geral. Uma evolução e tanto para quem havia sido eliminado logo no primeiro programa.
Com a apresentação desta semana, Sidney Sampaio e Carolina Nakamura suplantaram meu favoritismo por Serjão Loroza. A química do casal me impressiona! A professora, além de ter ótima postura e dançar muito bem, está sabendo explorar o potencial de seu pupilo. Que gracinha o pica-pau! Teve facão invertido, assalto, ioiô, escovinha... E a segurança tanto da dama como do cavalheiro em fazer o cabide? Tá certo, eu vi, ele se desequilibrou um pouquinho. Mas também já vi muito bambambã vacilar nessa hora. Pra mim, a terceira colocação foi pouca.
Elaine Mickely e Átila Amaral a meu ver fizeram uma apresentação apenas razoável, mas conseguiram uma boa colocação na pontuação final (quarto lugar).
Enquanto Rodrigo Hilbert e Priscilla Amaral (que vez milagre com seu pupilo) ficaram com a quinta colocação.
Já as colocações de Fernanda Vasconcellos e Kilve Costa (sexto lugar) e de Cristiana Oliveira e Álvaro Reys (sétimo lugar) eu achei justas. Fernanda pulava mais que pipoca e parecia estar sendo carregada pelo Kilve. Cristiana também parecia pouco a vontade com o ritmo e dava a impressão de estar pesando toneladas para o seu parceiro, que se esforçou muito para concluir a pegada final. Os dois casais, no entanto, continuam tendo a simpatia dos jurados, principalmente os técnicos, e ainda tem muito programa pela frente para eles levantarem suas respectivas pontuações.

Em tempo: finalmente consegui assistir ao Campeonato de Dança do SBT. Ainda bem, pois foi justo no penúltimo programa do quadro, quando foram definidos os três casais que concorrerão ao prêmio máximo no domingo que vem. Mas sobre isso falarei em outra postagem, pois também há muito o que comentar.

Nenhum comentário:

Postagens populares