Pular para o conteúdo principal

Lançamento do Projeto Pixinguinha, saiba mais


A Fundação Nacional de Artes – Funarte apresenta o novo Projeto Pixinguinha, com um show de Moraes Moreira e do grupo A Cor do Som, entre outras atrações, no Teatro Dulcina (Cinelândia), no dia 26 de abril, quarta-feira, às 20h . O evento é somente para convidados.

Será também realizada uma coreografia especial, ao som de Carinhoso (de Pixinguinha), por Karen Mesquita e Cícero Gomes – do corpo de primeiros bailarinos do Theatro Municipal do Rio de Janeiro -, coreografada por Regina Sauer. O evento, que terá como mestre de cerimônias a cantora e atriz Zezé Motta, será aberto pelo jovem grupo baiano Sertanilia. A apresentação de Moraes Moreira e A Cor do som rememora o show histórico que os dois fizeram em 1978, pelo Projeto Pixinguinha.

A programação de espetáculos do novo formato do projeto será realizada entre os meses de maio e novembro de 2017. Serão, no total, 60 espetáculos, distribuídos por todo o território nacional, em 60 cidades das cinco regiões do país. O relançamento do Projeto marca os 120 anos de nascimento do músico Pixinguinha.

Na noite de abertura estarão presentes os integrantes da comissão de curadoria que selecionará os espetáculos para as caravanas. São eles: o pesquisador musical e jornalista pernambucano José Teles; o músico e professor acadêmico Roberto Correia, de Brasília; e ainda os jornalistas e críticos musicais Antonio Carlos Miguel, do Rio de Janeiro, e Juarez Fonseca, do Rio Grande do Sul; além do músico paraense Pio Lobato.

Os espetáculos musicais e as caravanas

Para a nova versão do Pixinguinha serão selecionadas 15 duplas de músicos, que apresentarão quatro espetáculos cada uma, em turnê por quatro cidades de uma região determinada. A dupla será formada por um nome consagrado e por um artista mais novo. Este último poderá ter vínculo com a região onde ocorrerão os espetáculos. Os artistas serão definidos pelos curadores, em parceria com o Centro de Música da Funarte. A comissão vai-se reunir em maio, no Rio de Janeiro.

Para mais detalhes, acesse o site da Funarte AQUI

Fonte. Funarte

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dançando na natureza: Pousada Faraó

Dia 31/05 fomos tomar café da manhã com Margarida Mittelbach, na Pousada A Marca do Faraó, em Cachoeiras de Macacu. Uma promessa antiga agora cumprida, pois há muito a Margarida nos convida para conhecer as instalações de sua pousada, onde organiza trimestralmente um final de semana com oficinas de dança, bailes e atividades de lazer. Realmente, um lugar aprazível, com lago com caiaque, lago para pesca, cachoeira, rios, boliche, sauna, jogos de mesa, enfim, toda uma infra-estrutura de pousada. Mas, como estamos tratando com amantes da dança, todas essas opções de lazer eram supérfluas pois o que importava mesmo eram as aulas, em três ambientes distintos, onde se revezaram os professores Juarez (Itaguaí), Edu Cigano (Friburgo), Carlinhos (Jaime Arôxa Niterói), Valdeci de Souza e Jimmy de Oliveira. Claro que as comidinhas caiam muito bem com o clima de montanha do local. Mas até o almoço e o jantar eram dançantes, com uma pausa pa

Personagens da nossa história: Mário Jorge, o Rei dos Salões

Mário Jorge, o Rei dos Salões Ele foi um dos maiores dançarinos – se não o maior – de nossos salões. Isto dito por inúmeras testemunhas que o viram criar nas pistas movimentos hoje incorporados definitivamente aos ritmos dançados a dois. Um trágico acidente o retirou das pistas e ele virou lenda. Décadas mais tarde, ao ser homenageado em um evento, eis que ele encontra a mulher da sua vida, que o ajudaria em sua reabilitação e o colocaria novamente sob as luzes dos holofotes. Estamos falando de MÁRIO JORGE MESSIAS MATOS, o “rei dos salões”, como era chamado nos anos sessenta, que recentemente oficializou sua união com D. Íris Neira, queridíssima administradora da Academia Carlos Bolacha. Foi o casamento mais comentado dos últimos tempos (foto abaixo). “Nem provei do buffet, pois não paravam de nos fotografar”, comentou Íris. . Empenhada em pesquisar e divulgar a história do marido (“muitas fotos se perderam e, dos filmes, só consegui recuperar dois, que precisam ser restaurados”),

Comunicado importante: links para acessar nosso conteúdo

Informamos aos nossos distintos visitantes que este blog está em processo de atualização. Enquanto isso, algumas dicas, caso queiram continuar nos prestigiando como seguidores: As edições do Jornal Falando de Dança poderão ser acessadas diretamente em nossa estante virtual no site Issuu. Baixe o app Issuu e leia as edições a qualquer tempo, em seu dispositivo móvel. Segue o link: www.issuu.com/dancenews. Nossa fanpage no Facebook é atualizada diariamente: https://facebook.com/JornalFalandoDeDanca . O perfil da editora do jornal, Leonor Costa, na mesma rede, também é atualizado diariamente: facebook.com/dancadesalao.bicentenario . As coberturas fotográficas do JFD estão postadas na fan page do JFD no Facebook, segue o link: https://www.facebook.com/pg/JornalFalandoDeDanca/photos/?tab=albums As antigas postagens de fotos desta página ainda poderão ser acessadas pela aba "fotos" ao lado da logo. Livro de visita: enquanto não reativamos aqui nosso livro de visitas, de