Pesquisar:

BLOG FALANDO DE DANÇA, BY LEONOR COSTA

quarta-feira, 27 de junho de 2012

Manifesto de Lourdes Braga: presidente do SPDRJ se manifesta a respeito do movimento Mudanças, que pretende formar chapa para concorrer nas próximas eleições do Sindicato



Conforme divulgado, aconteceu dia 05/06 uma reunião convocada pelo movimento Mudanças, na Fundição Progresso, em que os profissionais do movimento, liderados pela vice-presidente do SPDRJ, apresentou a profissionais de dança, imprensa e bailarinos suas propostas para a formação de chapa para concorrer nas próximas eleições do Sindicato dos Profissionais de Dança do RJ, previstas para agosto deste ano. 
  • Clique AQUI para acessar nosso post sobre a reunião do dia 05/06 e saber sobre o cronograma dos próximos encontros.
Presente à reunião, a presidente do SPDRJ, Lourdes Braga, retirou-se logo no início e posteriormente divulgou um manifesto que publicamos a seguir.

CHAMADA GERAL
“MUDAR”  o que todos os Profissionais da Dança construiram?
           Isso seria apunhalar a nossa história!
           As palavras adequadas seriam, melhorar, evoluir, crescer, progredir e por consequência avançar. Há muitos anos venho defendendo a classe, batalhando para o aprimoramento de nossa categoria.
           Por estarmos em  uma Democracia, qualquer profissional de dança qualificado pode compor e registrar uma chapa para concorrer as eleições, entretanto de forma limpa, justa e transparente.
           O SPDRJ precisa de objetivos concretos a serem alcançados e não de falsas e ilusórias promessas. Ser Presidente do SPDRJ, me permite lutar pelos interesses de nossa  categoria e foi por ocupar esse cargo, que a nossa classe conseguiu representatividade federal, municipal e estadual.
           Foram muitos anos batalhando  para levantar o SPDRJ e faze-lo reconhecido perante  a sociedade. Esta jornada iniciou-se em setembro do ano de 1997, em que me vi na posição de Presidente da nossa Entidade,  pelo falecimento de nossa fundadora,  Helba Nogueira.
           Desde então, foram muitas conquistas e realizações alcançadas, passo a passo. O I Worksop do SPDRJ, de inúmeros que se sucederam, ocorrido em julho do ano de 1998, no Teatro Cacilda Becker, em parceria com a FUNARTE.  Dança de Rua: Rodrigo Bernardi; Dança de Salão: Maria Antonieta; Repertório Clássico: Wanda Garcia; Técnica de Horton: Andrea Raw; Metodologia e Terminologia da Dança Clássica: Edmundo Carijó. E o Curso de Cenografia, conhecimento de palco e iluminação básica, aplicado pelo querido Mestre Mazinho e realizado no Centro Cenotécnico da Funarte.
            Lançamento, neste mesmo ano, do Jornal Rio Movimento e interrompido infelizmente, algumas vezes por problemas de administração do mesmo.
            Após idas e vindas a Brasília e participação em vários Fóruns no Rio de Janeiro e outros estados, ação judicial, com sentença transitada em julgado, vencida em favor da Dança contra o Sistema CONFEF/CREF’s. Criação da 1ª Delegacia Regionainstaurada em Teresópolis em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura (Secretária Fatima Guedes) e presidido por Arlete Saraiva.
           Aquisição de nossa sede própria;
          Entrando na era da informática, foi lançado o site do SPDRJ; Inúmeros Convênios em diversas áreas. Tivemos várias realizações, tais como: Sindicato e Amigos (idealização do Diretor Newton Quintanilha); I, II e IIIBatalha Urbana SPDRJ (idealização da Presidente Lourdes Braga, coordenada por Michell Baes e em parceria com Circo Voador); Um Rio de Cultura, onde cinco Sindicatos ligados a Cultura, se mobilizaram, oferecendo uma sequência de eventos na Cinelândia, em comemoração ao Dia Nacional da Cultura.
1ª Mostra de Dança de Petrópolis em parceria com a Prefeitura Municipal e coordenação da Delegacia Regional do SPDRJ;
 Exposição comemorativa dos 25 anos do SPDRJ, elaborada e coordenada pelo Professor Paulo Melgaço, Beth Oliosi, Eliana Caminada e Lourdes Braga;
Encontro com a categoria da dança no SESC/ Teresópolis, tendo como convidados os consultores do SEBRAE, coordenado pela Delegacia Regional do SPDRJ.
MIS: “Memória da Dança”. Após 01 ano de reuniões realizadas entre o prof. Paulo Melgaço, Lourdes Braga e o MIS( Museu de Imagem e do Som), o SPDRJ conseguiu concretizar 02 mesas de depoimentos: Dança Clássica e Dança Moderna .
 Theatro Municipal : luta e vitória para que os bailarinos aposentados e lotados na Secretaria Estadual de Cultura tivessem seus vencimentos equiparados aos ativos do Corpo de Baile.
Cia de Ballet da Cidade de Niterói : luta e vitória, contando com a interferência do Ministério Público do Trabalho, por melhores condições de trabalho para a Cia.
Sindicato das Empresas de Radiodifusão / Tv Globo: Convenções Coletivas realizadas anualmente. Carteira assinada ou Notas Contratuais com exigência de Registro Profissional.
            Estas são algumas conquistas, porém, tudo se torna muito fácil para qualquer pessoa dar continuidade a essas realizações, porque o principal já foi construído com muita vontade, garra e determinação.
            Depois de tantas lutas e inúmeras vitórias, fui COAGIDA, principalmente pela própria VICE-PRESIDENTE, Diretora Secretária do SPDRJ, “Srª Denise Acquarone”, a renunciar a presidência “POR BEM OU POR MAL”, evitando constrangimento tanto para mim quanto para o próprio SPDRJ, perante a categoria. Inclusive, neste momento, foi oferecido a possibilidade, em caso de renúncia, de ser homenageada por tudo que fiz em nome da Dança e do SPDRJ.
            Neste cenário, no dia 5 de junho foi realizada uma convocação no Espaço Ópera Brasil, para que as pessoas se juntassem ao movimento MUDANÇA. Mas que “MUDANÇA” é essa, que é patrocinada pela atual VICE-PRESIDENTE, Denise Acquarone ?
     Como pode querer a mudança, se muitos nomes que compõem a equipe apresentada por ela, estão envolvidos na gestão atual? Devo lembrar que não administro o SPDRJ sozinha.
Pois bem, muito me surpreendeu chegar ao Espaço Ópera Brasil, acompanhada de meus advogados, e termos sidos impedidos de entrar para fazermos parte da reunião.
     A justificativa apresentada foi que a Vice – Presidente, Denise Acquarone, havia reservado o Espaço para um evento particular e que só entraria quem ela autorizasse e quisesse.
Após muita discussão, foi aceita a nossa presença, na qualidade de ouvintes. E assim permanecemos perplexos diante de falas injustas e até grosseiras por parte de membros do grupo anfitrião. Até que em determinado momento, o incansável e batalhador Edézio Paz, jornalista e editor do “Jornal da Dança”, apresentou-se e argumentou que a platéia deveria escutar o outro lado, isto é, a palavra da Presidente. Sua fala foi bruscamente interrompida por Jorge Texeira dizendo que aquele não era o momento para se expor idéias. Diante de tal fato só havia uma atitude a ser tomada: retirar-se. Em solidariedade a Edézio Paz, e levando-se em conta que nada mas merecia a nossa presença, nos retiramos do recinto.
           Diante disso, o interessado em todo esse processo é você, PROFISSIONAL  DA DANÇA – Artista, Instrutor, Coreógrafo, Ensaiador, Maitre, Professor, Assistente, enquanto contratado/ empregado.
           Portanto, ofereço essa minha resistência e determinação  à tamanha politicagem, aos fundadores de nosso Sindicato (In Memoriam): Helba Nogueira, Nino Giovanetti, Renato Magalhães e Edmundo Carijó.
Lourdes Braga
Presidente/SPDRJ

Nenhum comentário:

Postagens populares