Pesquisar:

BLOG FALANDO DE DANÇA, BY LEONOR COSTA

terça-feira, 21 de agosto de 2007

Stelinha Cardoso e sua Domingueira Voadora



Para comemorar 20 anos de dança de salão, a professora Stelinha Cardoso organiza grande baile-show no Circo Voador, na Lapa, Centro do Rio, neste domingo, dia 26, a partir das 19h. Saiba mais sobre Stelinha e este evento.

Tudo começou...
Dançar, ela dançava desde pequena, tendo aprendido como os demais dançarinos da época, nas pistas, com parentes e amigos. “Na minha infância e adolescência de subúrbio (sou de Cavalcante), havia sempre festas de debutantes e festas nos clubes e grêmios, onde a dança a dois dominava”. Foi assim que, ainda menina, conheceu Carlinhos de Jesus. “O pai dele era presidente de uma escola de samba, da qual meu tio era o vice”.

Início de carreira com Jaime Arôxa
Mas sua carreira como professora de dança veio bem mais tarde, no auge das domingueiras dançantes do Circo Voador, no final da décaa de 80. “Numa domingueira do Circo eu assisti a Jaime Arôxa e Patrícia se apresentando e fiquei apaixonada pelo seu estilo, ingressando em sua academia”. Bastaram três meses de convivência para vir o convite da parceria. “Ele precisava de uma professora assistente e me fez a proposta. Na época, eu até ganhava mais como assessora da presidência da FMC/CBD (uma empresa do ramo da prospecção de petróleo) mas a paixão pela dança falou mais alto”.

A parceria com Carlinhos de Jesus
Sua experiência como secretária executiva e assessora lhe foi bastante útil três anos mais tarde, quando, já pensando em abrir seu próprio espaço, recebeu proposta de sociedade de Carlinhos de Jesus. “Na época, 1990, ele dava aulas em Copacabana mas queria se expandir. Abrimos então a Casa de Dança Carlinhos de Jesus no antigo Clube Alvorada, que ficava na Rua da Passagem 101, em Botafogo”. Durante a sociedade com Carlinhos, que durou 11 anos, surgiu a idéia da criação do bloco carnavalesco Dois Pra Lá Dois Pra Cá, que, no último carnaval, arrastou milhares de foliões da Rua da Passagem até a Av. Atlântica (veja links ao final desta postagem). “Eu e Carlinhos estávamos improvisando no meio do Bloco do Terreirão, da cantora Alcione, isso em 1992, e logo se fez uma roda a nossa volta. Aí me veio a idéia de formar o bloco. O nome foi indicação da minha mãe”.

Mudança de rumo
Após onze anos de sociedade com Carlinhos de Jesus, uma reviravolta em sua vida aconteceu. “Estava estressada, estafada. Tínhamos deixado o Alvorada e transferido a academia para um espaço muito amplo, ali mesmo na Rua da Passagem, onde hoje é um prédio. Eram 5 salas de aulas e eu era a responsável pela administração, organização de eventos e didática. Não havia tempo para mim. Decidi vender minha parte e passei dois anos cuidando da minha vida e da saúde”.

O retorno
Findo o período de descanso, Stelinha foi retornando aos poucos sua atividade profissional. Em 2003 João Piccoli, sobrinho de Maria Antonietta, lhe propôs assumirem a Escola de Dança Estudantina, já que a tia, por problemas de saúde, não podia tocar sozinha o projeto. “A proposta era ensinar dança de salão tradicional, estilo Valdeci de Souza e Os Mais da Gafieira”. Como a escola funcionava no térreo da Estudantina, Stelinha pôde dar ali continuidade a seu projeto de dança com cadeirante, que iniciara na Casa de Dança C. Jesus (longo e especial assunto ao qual dedicaremos postagem especial, aguardem). Não muito tempo depois, Stelinha decidiu abrir seu próprio espaço, no sobrado da Av. Mal. Floriano 42, também no Centro do Rio, com o apoio de toda a família, que participa ativamente da administração.

Sobre a Domingueira Voadora
É para comemorar um ano do Espaço X e vinte anos de carreira que Stelinha está organizando o baile do próximo domingo, dia 26, no Circo Voador. Por que o Circo? “Tinha que ser lá, naquele local que considero o marco inicial da minha carreira. Além disso, o Circo foi famoso com suas domingueiras dançantes. Os melhores da dança de salão de então se exibiam na sua pista e ali foram descobertos, como Jimmy de Oliveira. Aliás, ele, que foi meu aluno, fará uma apresentação especial no dia, assim como outros ex-alunos meus hoje referência na dança de salão carioca, como João Carlos Ramos, Wellington Lopes, Viviane Macedo, Érico Rodrigo, Karina Sabah (que virá de SP especialmente para o evento), Guilherme Pimentel (que virá de Vitória), e Marcelo Leal (que virá de Florianópolis). Tenho orgulho de dizer que todos passaram pelas minhas mãos, alguns ainda criança, e a maioria fez sua primeira apresentação de dança comigo”.

A Domingueira Voadora Especial começará às 18h, com a abertura dos portões. As apresentações serão iniciadas às 19:30h. Além dos já citados profissionais, se apresentarão também Jaime Arôxa e Patrícia Cunha (hoje estabelecida em SP e que virá especialmente para se apresentar com o antigo partner, em homenagem à professora), a Cia de Dança João Piccoli, Valdeci e Os Mais da Gafieira, Cia Marinho Braz e, claro, os alunos do Espaço X Stelinha Cardoso. Em seguida, a Banda Paratodos dará início ao baile de dança de salão. “O clima das domingueira do Circo era maravilhoso. Todos os professores de dança se reuniam ali com seus alunos e a integração era total. Ali era a vitrine para a exibição de novos trabalhos e novos dançarinos. Muitos jovens na época se encantaram, como eu, pela dança de salão vendo esses profissionais dançando. Quero tentar recriar esse clima e mostrar isso à nova geração. Quem sabe o pessoal se anima e as domingueiras retornam?”, imagina a professora. Estaremos lá para conferir.

Quer mais?

Assista:
Clipe de Jimmy de Oliveira e Luanda Lins com a participação de Stelinha Cardoso


2 comentários:

David Theodor disse...

Vou me apresentar nesse grande espetáculo
Será uma honra participar
Começar em grande estilo, ao lado de pessoas especiais...

Torço muito por ela
Será mais que especial pra ela e todos que estiverem lá
não percam

Viviane Fontenele disse...

Tive a chance de participar de uma aula no cetro do Rio de Janeiro com Stelinha Cardoso, Moro do Esírito Santo estava a trabalho no Rio, gosti muito, acho um pena aqui no ES não ter pessoas com essa iniciativa como Stelinha Cardoso.

Postagens populares