Curta nossa fanpage

Curta a página dos editores

Pesquisar:

BLOG FALANDO DE DANÇA, BY LEONOR COSTA

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Roteiros Geográficos do Rio: Conheça o projeto

Foto: Marcelo de Sant'Ana Lima (roteiro "Descortinando os símbolos da
Rua do Mercado, Praça XV e arredores")

Roteiros Geográficos do Rio é um projeto de extensão do Núcleo de Estudos Sobre Geografia Humanística, Artes e Cidade do Rio de Janeiro – NeghaRIO – do Instituto de Geografia – IGEOG – da Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ. Coordenado pelo professor Dr. João Baptista Ferreira de Mello, conta com o auxílio de sua equipe de bolsistas – Laura Gondim (efetiva), Ricardo Brenelli (voluntário) – além dos colaboradores Ivo Venerotti (pós-graduando) e as mestrandas Melissa Anjos e Olga Maíra Figueiredo.

O projeto “Roteiros” promove caminhadas gratuitas na Área Central do Rio de Janeiro de dia e à noite, e em outros pontos da urbe carioca, tais como os bairros Glória, Catete e Flamengo, bem como Copacabana, a “princesinha do mar”, e o bairro planejado Vila Aliança, situado na Zona Oeste da cidade, sendo este o único necessitando de um esquema de vans, ainda que no referido bairro proletário o roteiro seja feito a pé.

Dependendo da disponibilidade de recursos são realizadas expedições de ônibus no espaço urbano carioca para alunos, profissionais, bem como para comunidade em geral, ou, ainda, quando uma universidade do Rio de Janeiro e/ou de outro estado disponibiliza ônibus para serem efetivados os roteiros em nossa cidade.

Os eventos descortinam a geografia, a história, a arquitetura, a religiosidade, as artes e a cultura, afora o cotidiano da cidade Maravilhosa de São Sebastião do Rio de Janeiro revelando seus meandros, gênese, expansão, simbologias e metamorfoses.

Tal iniciativa se insere no conjunto de medidas com vistas à promoção da auto-estima de sua gente em relação ao seu próprio universo vivido, convidando, igualmente, para essa ciranda empática, turistas brasileiros e estrangeiros.

O projeto procura resgatar o espaço urbano carioca, traduzindo, dessa forma, a cidade como um livro aberto a ser explicado, ampliando, assim, os domínios do conhecimento dos participantes sobre a própria geografia na qual criam, atuam e vivem.

Nenhum comentário:

Postagens populares