Pesquisar:

BLOG FALANDO DE DANÇA, BY LEONOR COSTA

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

"Alô, alô, estudiosos da dança, professores, profissionais da dança, vamos marcar presença! Leiam os textos que serão debatidos e participem das discussões!"




Embora o Estado do Rio de Janeiro seja uma referência nacional no campo da dança, esse segmento não possui visibilidade proporcional, pois falta sistematização às suas atividades e articulação entre os grupos.

É nessa trilha que o texto de Nayse Lopes e Paulo Azevedo aponta como os problemas decorrentes desses gargalos afetam o desenvolvimento do setor e que medidas podem ser tomadas para superá-los.

A concentração na capital, por exemplo, é uma limitação para a dança fluminense. Companhias e grupos de dança da periferia e do interior não têm acesso à formação e aos recursos, o que os obrigam a migrar para a capital também há dificuldades para o artista contemporâneo se expressar fora da capital. Em abordagem semelhante, Flavia Meireles e Silvia Soter chamam a atenção para a necessidade de subvenção para grupos independentes, apoio a temporadas, montagem de espetáculos e circulação de artistas pelo interior e para outros estados.

Além desses textos, a Superintendência de Artes da SEC também propõe um documento com diretrizes e estratégias para o setor da dança no ERJ.

Que outros gargalos de formação, produção e difusão estão a limitar o desenvolvimento da dança no Estado do Rio de Janeiro?

Participe do encontro presencial de Dança. Faça a pré-inscrição e leia os textos do setor AQUI

Fonte: Secretaria Estadual de Cultura

Nenhum comentário:

Postagens populares