Curta nossa fanpage

Curta a página dos editores

Pesquisar:

BLOG FALANDO DE DANÇA, BY LEONOR COSTA

quarta-feira, 30 de maio de 2007

Congresso Nacional de Dança de Salão no Hotel Glória



Da esquerda para a direita, de cima para baixo, Leonardo e Camila, da Cia Jimmy de Oliveira, do Catete, que se classificaram em primeiro lugar na categoria senior; em seguida, novamente o casal com Marcelle e Cacau, da Cia de Dança Cacau Mendes, de Rio das Ostras, RJ; acima à direita, Ingrid e Gabriel, da Academia Álvaro's Dance, de Copacabana, que tiraram primeiro lugar na categoria junior (Juliana e Bernardo, da Ac. Cacau Mendes, ficaram em segundo lugar); e, por último, o grupo de dança da Academia Slava Goulenko, da Ilha do Governador, com as medalhas e troféu da primeira colocação na categoria grupo. Assistam ao final da postagem os vídeos das apresentações.

O II CNDS foi novamente realizado nas amplas instalações do Hotel Glória, no Rio, nos dias 6, 7 e 8 de abril.

Além dos debates, os destaques foram os workshops, os bailes à noite e o II Campeonato Infok de Dança de Salão, nas categorias junior, senior e grupo.

Alguns dos professores que ministraram as aulas foram: Jaime Arôxa (didática), Mauro Lima (Lindy Hop), Marinho Braz (forró e forró-cassino), Maquinho Copacabana (samba atual), William Ribeiro (samba-show), Edson Modesto (samba-rock), Oswaldo Florêncio (bolero), Marco Aurélio (pegadas), Hosânia Nascimento (Dança Senior), Renata Peçanha (zouk avançado) e Leonardo Neves (zouk iniciante).

Senti a ausência da professora Rachel Mesquita, que desta feita estava participando da organização do Congresso de Danças Brasileiras, o BR-Danças, que foi realizado simultaneamente, no Centro Coreográfico do RJ, na Tijuca.

Uma pena que dois importantes eventos da dança de salão carioca tenham ocorrido na mesma época, quando poderia ter havido mais diálogo entre os organizadores para que fossem realizados em épocas distintas. Com a sobreposição de calendário, houve uma divisão de público e ministrantes, prejudicando os dois eventos, a meu ver.

Esse esvaziamento eu senti, igualmente, na participação das academias na competição de dança de salão.
Um absurdo que, com a maior concentração de academias de dança do Brasil, essa participação tenha sido praticamente insignificante.
Falta de comunicação? Falta de interesse?
Neste último caso, por que as academias não estariam interessadas em treinar representantes seus para se apresentarem na competição, cujo calendário vinha sendo divulgado há um ano?
Medo de competir? Talvez, as menores, mas e as grandes cias de dança?
Descaso para com a importância do evento? Talvez.
Nesse caso, entendo que houve uma falta de visão.
Perderam uma grande oportunidade de mostrarem seu trabalho, de incentivarem seus alunos a se superarem através da competição.

Vejo, nas apresentações em bailes de aniversários de academias e nas pistas de dança, tantos talentosos dançarinos que poderiam ter brilhado naquele local tão especial, que era o salão nobre do Glória.
Tantas cias de dança que poderiam ter competido na categoria grupo, oferecendo ao público o deleite de um grande espetáculo.
Claro que nem todos poderiam ter tirado a primeira colocação.
Seria esse o receio? Mas qual o problema?
Não teria sido, ainda assim, um excelente palco para divulgação?
Como chegar-se à excelência sem comparação técnica? Muito difícil.

Dizer que o evento não tinha porte para se darem a esse trabalho é risível, pois esses dançarinos se apresentam em eventos de bem menor significância.
Imaginem se, em vez de se omitirem (as academias), e de se dividir o público (os organizadores dos dois eventos), ou "amarelarem" (os dançarinos), todos se unissem para que houvesse grandes apresentações e público.
Certamente a notícia se espalharia, se chamaria a atenção da mídia - e todos os profissionais da dança sairiam ganhando, mesmo se seus alunos não conseguissem a colocação máxima na competição.

Infelizmente, a falta de visão de muitos só acaba por prejudicar a expansão e a popularização da dança de salão.
Assim, a dança só aparece para o público em geral quando é usada para alavancar ibope em programas de TV e em novelas, fornecendo uma visão estereotipada dessa arte e perdendo a oportunidade de atrair uma maior parcela de "sangue novo" para nossa "tribo".
Uma pena.

  • Se você concorda ou discorda, deixe seus comentários nesta postagem (clique em "comentários" para abrir a caixa de digitação).
  • Aguardem, aqui, como atualização de postagem, os vídeos que gravei das apresentações, ainda em fase de edição.
  • Para acessar as fotos acima em tamanho maior, e visualizar outras, clique em cima das fotos ou clique aqui.

Atualização de postagem em 03/06/07

  • Clique aqui para visualizar as postagens no YouTube das apresentações de samba de Leonardo Fortes e Camila Lopes, classificados em primeiro lugar na categoria senior, já que falhou minha filmagem da apresentação deles no campeonato.
  • Segue o vídeo da apresentação do casal Gabriel Silva e Ingrid Castro, primeiro lugar na categoria junior (no vídeo está escrito Carol mas foi erro de edição, que breve corrigirei).

Apresentação vencedores do Salsa Open Brasil 2006, Rodrigo Oliveira e Carine Carvalho, como artistas convidados do CNDS.

Apresentação de samba-rock da Cia Stilo Refinado, de São Paulo, como grupo convidado do CNDS.

Apresentação de William Ribeiro e Sirley Oliveira, que atuaram como professores no CNDS

Lamentamos a perda das demais filmagens das apresentações e dos competidores. Caso chegue a nosso conhecimento a postagem dessas apresentações por terceiros, no YouTube, teremos prazer em divulgá-las aqui.

Um comentário:

"Sou só mais alguém querendo encontrar a minha própria forma de Amar ..." disse...

Que pena q se perdeu a filmagem Da minha apresentaçao
Bjs,
Camila lopes

Postagens populares