Pesquisar:

BLOG FALANDO DE DANÇA, BY LEONOR COSTA

terça-feira, 20 de março de 2007

A dança na mídia

Nossos profissionais de dança impressionam bem e fazem as estrelas... brilharem (ai que falta de inspiração para título melhor...)

Bom, o Campeonato do SBT eu realmente perdi, não posso falar nada apesar de já ter sabido pelo Orkut que o pessoal da comunidade de dança está estranhando o formato. De fato, como o nome já diz, é um campeonato de dança – não necessariamente de dança de salão. Ali entram, então, danças internacionais praticadas pela dancesport, por exemplo, na qual o formato original do programa é baseado.

Mas isso é outra história, que deixarei para comentar semana que vem, quando vir a quantas anda o programa do SBT.

O que eu assiti entre uma cobertura de baile e outra, enquanto jantava de frente pro telão do Restaurante Estação República, lá no Catete (merchandising, rs), foi o quadro Dança dos Famosos, do Faustão.

Padrão Globo de qualidade, sem dúvida. A direção soube aproveitar bem a fórmula famosos-visual-música-dança para cativar o público. Que, como era de se esperar, torceu pelos mais fraquinhos, com quem facilmente se identifica.

Quanto à performance dos cavalheiros famosos e suas professoras, temos que admitir que o desafio é bem maior para as damas instrutoras. Os homens têm menos flexibilidade e mais resistência para dançar que as mulheres. E na apresentação elas não têm o mesmo domínio que seus colegas professores, para comandar o espetáculo e fazerem seus pupilos brilharem.

Assim, a apresentação de Daiane Amêndola e Roberto Guilherme (o sargento Pincel da turma do Didi) não me empolgou muito.

Renata Mattos tampouco ajudou seu pupilo Juan Alba a brilhar. A postura dela... (acho que ela ficou com medo de se estabacar...).

Sinceramente também não dava para perceber quem era o aprendiz na apresentação de Rodrigo Hilbert com a professora Priscila Amaral (foto ao lado, no ensaio)...

Já Sabrina Cabral fez um excelente trabalho com Serjão Loroza, e deram um show de carisma (as caras e bocas fizeram o público vibrar). E apesar do “corpinho” o cara transmitiu classe! Na minha opinião foi o melhor dentre os cavalheiros aprendizes, analisando o conjunto, bem entendido.

Outro casal que parece ter acertado na química foi Sidney Sampaio e a profª Carolina Nakamura. Ele usou seu “sexy appeal” e demonstrou segurança nos passos. Ela ajudou bastante com sua postura.

Adriana Mattos confiou no seu aluno, Carmo Dalla Vecchia, fez umas figuras bonitas na apresentação e a pose final também ficou bem legal, o que vocês acharam? Bem, sabemos que jurados e público não acharam isso não e eles foram eliminados.

Quanto às damas aprendizeres, a maioria caprichou no visual e nos melindres para cativar o público e ganhar pontos.

Mara Marzan e Leandro Azevedo, por exemplo (foto grande acima), planejaram bem os trejeiros para atrair a simpatia do público para sua performance, sobretudo naquele lance cômico do final (bom lance de marketing).

E Fafá de Belém e Luiz Kirinus também souberam passar simpatia, demonstrando curtir a letra da música.

O prof. Átila Amaral puxou bem pela parceira Elaine Mickely . Gostei do leque duplo e outras figuras de maior nível de dificuldade (numa inclusive a dama desequilibrou feio, coisa bem normal para quem está aprendendo, como todas nós bem sabemos, não é, meninas?).

E Fernanda Vasconcellos e Kilve Costa (foto ao lado) obtiveram as maiores notas com sua apresentação.

Mas na minha opinião a apresentação de Álvaro Reys e Cristiana Oliveira foi mais classuda, né não? Gostei dos “leques” dela e da “aterisagem” com boa postura depois do passo aéreo. O que vocês acharam? Bem melhor que a Fernanda, na minha opinião.

Uma pena a desclassificação de Ellen Jabor e Thiago Mendonça. Mas, como na dança das cadeira, alguém tem que sair e a Ellen realmente não estava transmitindo a mesma segurança das demais, ficou muito tímida nos passos. Também não transmitiu muita simpatia para ganhar pontos do público. Aliás esse lance ela percebeu ao comentar sua desclassificação:

"não é só a coreografia, é o carisma, acho que é tudo junto, e as meninas são incríveis, a Mara, a Fafá, elas são engraçadíssimas e acho que isso conta porque na verdade a gente está ali pra divertir a galera que está em casa assistindo. Então elas conseguem fazer isso muito bem. Pra galera que está em casa, deu um sorriso, uma risada, já ganhou! "

Xiii... acho que ela não gostou, não. Mas quem sabe na repescagem... Afinal bom professor ela tem, sobretudo no samba, como podemos ver na apresentação de Thiago e sua parceira Suellen, no baile de abertura do workshop Oficina do Samba, na Academia Jimmy de Oliveira, de cuja cia de dança ele faz parte. Confiram a seguir.


Bem, pessoal, esta foi minha primeira grande postagem neste blog, seguindo a idéia de colocar aqui ensaios mais aprofundados sobre dança, aproveitando o espaço ilimitado deste meio de comunicação. Espero que vocês tenham gostado e participem dando sua opinião a respeito do tema aqui abordado. Para quem não notou, as palavras alaranjadas contêm links para se assistir às apresentações sobre as quais teci comentários. E clicando na palavra “comentários” ao final desta postagem vocês têm acesso à janela para postagem de seus... comentários!

2 comentários:

Anônimo disse...

No vídeo tem Samba-Tango?

Leonor Costa disse...

Não entendi a pergunta...

Postagens populares