Pesquisar:

BLOG FALANDO DE DANÇA, BY LEONOR COSTA

sexta-feira, 20 de abril de 2012

Exposição Rio Dança no Centro Coreográfico destaca a dança de salão carioca!

Leonor Costa, pesquisadora para dança de salão,
ao lado de Diana De Rose, Gerente de Dança da
Secretaria Municipal de Cultura do Rio
A Secretaria Municipal de Cultura da Cidade do Rio de Janeiro inaugurará dia 05 de maio a exposição Rio Dança – Os passos da dança carioca, com entrada franca ao público a partir do dia 06 de maio.  A instalação será totalmente interativa, sendo que a dança de salão, que teve como pesquisadora Leonor Costa, editora do Jornal Falando de Dança, terá destaque especial, pois ocupará sozinha um dos quatro paineis gráficos (os demais serão destinados às danças cênicas, populares e virtuais, respectivamente), cujas fotos foram cedidas pelo JFD. Mais um grande marco para a dança de salão carioca, razão pela qual a comunidade de amantes e praticantes não deve deixar de conferir esta programação!

Com curadoria de Beatriz Cerbino e Leonel Brum, professores e pesquisadores de dança, a exposição oferecerá ao público um amplo panorama, a partir de instalações, vídeos e projeções, de quatro territórios de circulação da dança no Rio de Janeiro: Rua, com as danças populares; Salão, com as danças de salão; Palco, com as danças cênicas; e Virtual, com as videodanças e novas tecnologias incorporadas à dança. “Não caberia aqui um recorte tradicional”, explicam os curadores. “Fugindo da simplificação redutiva de uma linha do tempo, trabalhamos com quatro grandes áreas. Este é um caminho, dentre os muitos possíveis, para tratar de um universo tão vasto e rico quanto este”.

A exposição levará o público a percorrer os três pavimentos do Centro Coreográfico do Rio, complexo de quatro mil metros quadrados, instalado em uma antiga fábrica de cerveja, e tombado pelo patrimônio histórico. Desde janeiro de 2012, o Centro Coreográfico oferece uma programação diversificada, gratuita ou com ingresso a R$1, que abrange espetáculos, atividades para crianças, oficinas, exibição de vídeos e palestras. 

Um painel na entrada explica e sinaliza todo o percurso da exposição. No foyer, o visitante já visualiza a instalação “Labiritinto dos movimentos”, que ocupa os nove metros de altura do vão que percorre os três pavimentos do prédio. Nela, tecidos de voal que recebem uma iluminação especial e são impulsionados por ventiladores, de acordo com uma programação eletrônica, “dançam” no espaço. A leveza e transparência dos tecidos, associadas às luzes coloridas e ao vento, ganham volume e reproduzem movimentos que remetem aos gêneros de dança apresentados na exposição. 

Na galeria principal, estão duas instalações. “Constelações” e “Áreas da Dança”. 

Antônio Aragão, diretor do
Jornal Falando de Dança,
ao lado de Emílio Kalil, secretário
municipal de cultura da cidade do Rio de Janeiro
(fotos tiradas no C. A. C. Gulbenkian, durante
a exposição dos 200 anos de ensino
da dança de salão).
“Constelações” é uma instalação multimídia interativa, que disponibilizará 200 verbetes inter-relacionados, mostrando criadores, eventos e momentos marcantes da dança no Rio. Assim, estarão interligados pessoas, manifestações e eventos importantes do mundo da dança como Ana Botafogo, Angel Vianna – que dá nome ao teatro do Centro Coreográfico – Tatiana Leskova, Deborah Colker, Carlinhos de Jesus, Lia Rodrigues, Mestre Dionísio, Mestre Darcy Monteiro, do Jongo da Serrinha, Delegado da Mangueira, Paulo Caldas, criador do Dança em Foco – Festival Internacional de Vídeo e Dança, Rio Charme, danças de salão, funk dentre outros. À medida que o espectador escolher na mesa digital, com tela multitoque (touch screen), uma página com um verbete, ela será projetada em uma grande tela na sala, onde todo o público poderá compartilhar as mesmas informações. 

“Áreas da Dança” trará um painel com fotos e textos, e uma sequência de vídeos curtos mostrando os quatro tipos de dança (populares, de salão, cênicas e virtual). 

A exposição terá um programa educacional, coordenado por Suely Avellar, e capacitará jovens monitores, selecionados entre moradores nas comunidades vizinhas. 

Beatriz Cerbino e Leonel Brum reuniram uma equipe de pesquisadores para trabalhar o conteúdo de cada área, ficando eles próprios responsáveis pela dança cênica. Leonor Costa ficou a cargo da pesquisa sobre danças de salão; Eleonora Gabriel, de danças populares; e Luciana Ponso de dança e novas mídias. 

A cenografia é de Marcelo Pontes (MPDM Arquitetura), as instalações digitais interativas realizadas pela SuperUber, a sinalização e programação visual da PVDI Design e a produção executiva de Roberto Padilla/Artepadilla. A realização é do projeto Musica Brasilis, e a coordenação do Rio Dança é de Diana De Rose, Gerente de Dança da Secretaria Municipal de Cultura. 

Serviço: 
Exposição Rio Dança – Os passos da dança carioca 
Abertura: 05 de maio de 2012, às 17h 
Visitação pública: a partir de 06 de maio de 2012 
Terça-feira a domingo, das 10h às 18h 
Entrada franca Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro 
Rua José Higino, 115 – Tijuca (ao lado do supermercado Extra) 
Tel: 21.3238-0357 / 3238-0601 
www.riodanca.com.br 
www.centrocoreografico.wordpress.com 
Assessoria de Imprensa Secretaria Municipal de Cultural 
Roberta Mattoso – robertamattoso.culturario@gmail.com

Um comentário:

Isnard Manso disse...

Adoramos ter participado: http://www.dancaccc.com.br/2012/04/cia-de-danca-ccc-na-exposicao-rio-danca/

Postagens populares