Pesquisar:

BLOG FALANDO DE DANÇA, BY LEONOR COSTA

quinta-feira, 14 de agosto de 2008

Na gafieira


Marlene Oliver e Ester Fernandez firmam parceria para incrementar as quintas dançantes da Gafieira Elite

Um pouco de história.
Fundada em 17 de julho de 1930 pelo comerciante Júlio Simões, a Gafieira Elite foi comprada em 1940 por espanhóis da família Fernandez. O espanhol Isidro Page Fernandez deixou a sociedade nos anos 70, para abrir a Estudantina Musical, na Praça Tiradentes, e a Elite permaneceu com seu tio, que passou a administração para a responsabilidade de sua filha, a carioca Ester Fernandez, em 1985. “Por aqui passaram grandes nomes da MPB” – informa Ester Fernandez em entrevista a este informativo. “A cantora Carmem Costa começou sua carreira como crooner da Gafieira Elite. Também cantaram aqui Jamelão, João Nogueira, Aldir Blanc e Nei Lopes. Era aqui que muitos dançarinos aprendiam a dançar, já que na época não existiam academias de dança como hoje. Aliás, só tinha a Maria Antonietta que, por sinal, depois começou a dar aulas aqui. Em 1989 a produção do clipe de Mick Jagger escolheu a Elite para rodar um clipe com o cantor”, orgulha-se Ester.

Programação da casa
Uma das providências de Ester Fernandez, à frente da Gafieira Elite, foi diversificar a programação da casa (“hoje temos programação de pagode, samba de raiz, black music e bailes com djs”) – mas sem nunca abandonar os tradicionais bailes de gafieira, que, nos últimos tempos, eram promovidos pelo professor Dimar do Chapéu.

Nova parceria
Com o falecimento de Dimar, em maio deste ano, Ester viu a necessidade de procurar novo divulgador. “Devido à programação intensa da casa, que inclui aluguel para eventos, não tenho tempo de visitar outros bailes, de manter contato pessoal com os freqüentadores da gafieira, coisa que o Dimar muito bem fazia”. Foi aí que surgiu a parceria com a promoter Marlene Oliver, que já realiza com sucesso um baile mensal de dança de salão no Amarelino da Cinelândia, na segunda terça-feira de cada mês.

Marlene Oliver
Marlene se diz muito feliz com a parceria, pois é fã número 1 do local, que freqüenta há anos – além de ter oportunidade de ampliar seu trabalho nesse campo, que começou há vários anos, quando foi convidada para a diretoria social do Fluminense F. C. de Niterói, onde iniciou-se na organização de bailes e eventos. “Trabalhei como advogada por 22 anos, sou professora aposentada e corretora de imóveis. Atualmente atuo como agente de viagens e guia de turismo para território brasileiro e sul-americano, especializada em terceira idade, e dou palestras sobre o assunto em faculdades de turismo”, informou Marlene em entrevista ao Blog Falando de Dança, acrescentando, orgulhosamente, que já introduziu muitos de seus turistas na dança.

Planos para o futuro
Questionada sobre seus planos para incrementar as noites dançantes das quintas-feiras, Marlene informa que aos poucos pretende dar toques pessoais que já utiliza em seu evento no Amarelinho, dentre os quais, futuramente, sua equipe de dançarinos impecavelmente uniformizados (“tênis, camisetas e jeans jamais”). “Para o primeiro mês farei dobradinha com as bandas Novos Tempos e Pérolas, depois pretendo diversificar as bandas, que serão divulgadas no programa mensal. E introduzir minha equipe de dançarinos, mas é preciso ver a aceitação do público”, informa Marlene, que tem em seus planos ir aos poucos ajudando a promover pequenas reformas na casa, principalmente nos banheiros e na pintura do salão. “Claro que isso dependerá da afluência dos dançarinos, prestigiando esta casa histórica e contribuindo para que as reformas se concretizem”, completa Marlene, que ainda está indecisa quanto a alguns aspectos do visual e da programação. “O finado Dimar fazia questão de manter as toalhas na mesa, por exemplo, com o que eu também concordo. Mas o que se vê nos novos pontos da Lapa revitalizada são mesas sem toalhas, de madeira escura envernizada, o que é o caso do mobiliário daqui, recentemente renovado. Outro ponto é que este ano Natal e Reveillon caem numa quinta-feira, e preciso saber se o público de dança de salão vai querer mesmo um baile nessas noites. Caso positivo, farei uma decoração temática e outras brincadeiras, para promover a confraternização”.

O Jornal Falando de Dança prontificou-se a ajudar Marlene Oliver nessas questões, publicando no jornal uma enquete que poderá ser preenchida e entregue à promoter.

A seguir nosso ensaio fotográfico do local, feito quando desta reportagem (sem as toalhas na mesa).

Serviços:
Gafieira Elite - baile todas as quintas, 19h
Rua Frei Caneca 4, Centro, RJ
Inf.: 2232-3217 / 3714-2329 / 9753-0260 / 9472-3873.
Baile das Rosas - Amarelinho da Cinelândia
baile com dançarinos e sorteios toda segunda terça-feira do mês, a partir das 19h, com Banda Pérolas
Inf.: 3714-2329 / 9753-0260 / 9472-3873






































Nenhum comentário:

Postagens populares