Curta nossa fanpage

Curta a página dos editores

Pesquisar:

BLOG FALANDO DE DANÇA, BY LEONOR COSTA

segunda-feira, 2 de abril de 2007

Dança dos Famosos – Parte III


Bem, eu pretendia postar a matéria sobre a rodada de hoje do Dança dos Famosos (com o elenco feminino e seus professores) lá mais pra frente, mas não resisti e aqui estou eu postado em primeira mão para meus leitores o que eu vi (antes de seguir para as domingueiras dançantes) e o que foi publicado no site da Globo.

Na primeira postagem que fiz sobre o IV Dança dos Famosos, onde o ritmo da rodada foi bolero, eu comentei que o nível de dificuldade foi maior para os cavalheiros-famosos, pois suas instrutoras não tinham a vantagem da condução. Naquela ocasião, o destaque ficou, então, para as damas-famosas, que brilharam nas mãos de nossos profissionais de dança.

Agora que o ritmo da vez é o forró, a situação se inverteu.

O forró, apesar de ter condução, requer uma maior sintonia do casal, sobressai mais a marcação nas pisadas, o balanço do corpo bem sincronizado, cavalheiro e dama. E aí a coisa pega para as damas-competidoras, que não podem ser tão controladas pelos cavalheiros-professores nos quesitos sincronia/ritmo e ainda têm a desvantagem de ter que ter postura numa dança que é “coxa-com-coxa”.

Para exemplificar, reparem nestes vídeos com dois dos melhores professores de forró do Rio, Marinho Braz e Marquinhos do Forró.

No primeiro, temos Marquinhos do Forró dançando com sua parceira de forma mais aberta, da mesma forma que nas coreografias apresentadas nas rodadas de hoje (damas-famosas) e do dia 25 (cavalheiros-famosos). Vejam como ele executa seus passos com as pernas abertas mas a dama mantém uma postura bem certinha apesar do molejo que o ritmo requer, com pernas bem alinhadas e juntinhas.



Nos outros dois vídeos, Marinho Braz demonstra outras duas formas de se dançar forró, bem mais agarradinho, o que não seria possível para o nível de conhecimento dos competidores do quadro do Faustão, mas que decidi postar aqui para completar a ilustração de como esse ritmo requer um molejo bem diferente dos outros ritmos de dança de salão.





Vamos, então, entender melhor o drama das damas-famosas esta noite. Enquanto os cavalheiros-famosos tiveram a felicidade de terem damas-professoras “florindo” suas coreografias, permitindo vários passos aéreos (ver postagem anterior, só sobre a rodada do dia 25/03), as damas-famosas desta noite é que tiveram essa árdua tarefa e, infelizmente, na minha opinião, não foram bem, não.

Mas, também, considerando-se que aqui o que se quer é entreter o público da poltrona, temos que admitir que para quem não freqüenta aulas de dança o espetáculo valeu a pena e cumpriu seu objetivo. Agora, como este blog é dirigido a dançarinos, nada de mais que enxerguemos detalhes e sejamos mais exigente, né não? Assistam às apresentações a seguir e deixem aqui seus comentários. Lembrando que as declarações dos artistas foram prestadas ao blog do quadro do programa, acessível pelo site da Globo.

A primeira dupla a se apresentar foi Elaine Mickely e Átila Amaral (clique aqui para ver o vídeo), que se classificaram em segundo-lugar. Julguem vocês. Eu achei a postura de ambos muito ruim, zero de encantamento e sem muita complexidade nos passos. E que fungadinha falsa, não acharam? E a atriz declarou no blog do quadro do programa que adora colocar o seu toque pessoal na coreografia do Átila para deixar a dança mais sensual e charmosa...

A segunda dupla foi Mara Marzan e Leandro Azevedo, que tiraram o último lugar e ficaram para a repescagem do próximo programa (clique aqui para ver o vídeo). Mara realmente não vinha se desenvolvendo bem nos ensaios, apesar dos esforços do Leandro. “Ela só precisa acreditar mais nela mesma”, declarou Leandro. “Estou acabada, acho uma delícia, mas estou preocupada, porque cansa muito. Eu tenho dificuldade de lembrar a coreografia porque eu acho que é muita coisa”. Para quem já enfrentou ensaios para coreografia de apresentação de fim de ano de academia sabe muito bem do que ela está falando...

O terceiro casal a se apresentar foi Fernanda Vasconcellos e Kilve Costa, que também ficaram em terceiro lugar (clique aqui para ver o vídeo). Apesar do casal ter grande torcida dentro e fora dos estúdios, principalmente pela simpatia que transmitem, a coreografia foi bem repetitiva e a figura de finalização foi desastrosa, reparem bem. Isso, no entanto, não deve afetar muito o desempenho futuro do casal. Como já disse, Fernanda goza de grande popularidade e está sendo acompanhada de perto pela mídia. Clique aqui para ler a entrevista que concedeu ao site EGO – A Área VIP da Internet.

Em seguida se apresentaram Fafá de Belém e Luiz Kirinus, que quase, quase, ficam para a repescagem, classificando-se em quarto lugar (assista ao vídeo clicando aqui). E olha que Fafá se dedicou bastante, ensaiando além do tempo regulamentar e um ritmo com o qual tem mais afinidade. Segundo a cantora, o fato de estar acostumada a brilhar sozinha no palco tem atrapalhado sua evolução no dançar a dois. “É muito difícil pra mim dividir o palco com alguém, estou acostumada a entrar e cantar sozinha, eu sou muito intuitiva, muito indisciplinada e sou solo”. De qualquer forma, sua simpatia e talento (cantou três músicas antes de dançar e cativou a platéia) está compensando essas dificuldades.

Por último, uma grata surpresa para quem já estava desistindo de ver uma apresentação com um nível mais elevado, tivemos a apresentação de Cristiana Oliveira e Álvaro Reys. Para começar, destaque para o figurino do casal, de muito bom gosto e menos caricato que os demais. A coreografia também destacou menos as cenas teatrais e mais os passos de forró, o que impressionou os jurados. Resultado: nota máxima de todos eles. O que, somado à boa votação popular, colocou-os em primeiro lugar na disputa. Confiram a apresentação do casal clicando aqui. Reparem na melhor sincronia dos movimentos do casal e na melhor postura da dama.

É isso, gente, chega de relatórios. O texto ficou grandinho mas a proposta deste blog é mesmo esta, escrever b-a-s-t-a-n-t-e sobre dança. Afinal, o espaço aqui é de graça (he,he,he).

Nenhum comentário:

Postagens populares